inclusão de arquivo javascript

Esportes

 
 

Para Fifa, Brasil teria ingressos caros na Copa 2014

26 de outubro de 2007 08h46 atualizado em 29 de outubro de 2007 às 08h59

Em relatório divulgado pela Comissão de Inspeção da Fifa, responsável pela avaliação as cidades-candidatas do Brasil a receber jogos da Copa do Mundo de 2014, a entidade máxima do futebol avisou que os torcedores brasileiros precisarão ser compreensivos com os altos preços dos ingressos em comparação à média que estão acostumados a pagar. Somente assim seria viável colocar em prática o projeto brasileiro.

» Fifa elogia transporte aéreo do Brasil
» Brasil prevê R$ 1,97 bi com estádios
» Fifa promete surpresa no anúncio
» Opine: o que pode atrapalhar o Brasil?

O grupo da Fifa esteve no País entre os dias 23 de agosto e 1º de setembro deste ano. A entidade já tem em mãos o resultado do trabalho dos cartolas.

O Brasil terá uma última apresentação de seu projeto na próxima terça-feira, mesmo dia do anúncio da decisão se o País será ou não o organizador da competição, às 12h30 (de Brasília), em Zurique.

Segundo o projeto da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), seria possível vender em 2014 um total de 3 milhões de ingressos. A entidade comandada pelo presidente Ricardo Teixeira fez ainda a consideração especial de que parte dos bilhetes deveria ser comercializada a preços significativamente inferiores aos praticados no mercado para garantir o acesso de torcedores locais.

No entanto, a Comissão de Inspeção da Fifa acredita que, para atingir seu objetivo, o Brasil precisaria esgotar os ingressos de todos os jogos a um preço significativamente superior ao praticado no mercado.

"Os torcedores brasileiros precisariam compreender a expectativa que se cria sobre uma Copa do Mundo. É uma oportunidade única na vida de se ver um jogo de Copa do Mundo em sua cidade e, por isso, comparecer em grande número aos jogos das 32 seleções e não somente nas partidas do Brasil", diz o relatório.

Capacidade dos estádios

O relatório da Comissão de Inspeção da Fifa afirma ainda que a capacidade total de torcedores juntando todas as cidades-candidatas do Brasil ao Mundial de 2014 deverá ter o mesmo volume esperado para a Copa do Mundo de 2010, na África do Sul.

Os estádios africanos deverão ter uma capacidade total de 3,7 milhões de assentos para receber os torcedores e a expectativa é que pelo menos 3 milhões de ingressos sejam vendidos para o Mundial de 2010.

De acordo com os inspetores, os menores estádios brasileiros são o José Fragelli, conhecido como Verdão, em Cuiabá, e o Serra Dourada, em Goiânia, que têm capacidade para 40 mil pessoas. O maior ainda é o Maracanã, que espera receber 86.100 torcedores em 2014.

Redação Terra