inclusão de arquivo javascript

Esportes

 
 

Contra gripe, time mineiro quer entrar em campo de máscara

18 de agosto de 2009 17h08 atualizado às 18h19

Jogadores da Caldense treinam usando máscaras. Foto: Divulgação

Jogadores da Caldense treinam usando máscaras
Foto: Divulgação

A diretoria e os jogadores da Associação Atlética Caldense, atual vice-campeão da segunda divisão do Campeonato Mineiro, resolveram se precaver contra a gripe A (H1N1), mais conhecida como gripe suína. Por isso, os atletas têm treinado usando máscaras protetoras. Os demais funcionários também usam as máscaras diariamente. E essa não é a única medida adotada pelo clube.

» Receba os gols do seu time pelo celular
» Compre e venda ações dos times da Série A no Futex

A intenção da diretoria é que os jogadores possam entrar usando máscara também em partidas oficiais do time. Para que essa decisão seja aprovada, a Caldense espera apenas uma resposta afirmativa por parte da Federação Mineira de Futebol, autorizando ou não a atitude.

Os jogadores e os funcionários da Caldense tiveram acesso a folhetos informativos e palestra com médicos, contando com a presença dos secretários de Esporte e Saúde da cidade de Poços de Caldas. Além disso, foram instalados recipientes de álcool gel nos vestiários e no refeitório.

"A iniciativa partiu do nosso departamento médico, do doutor Adriano Torres. Tivemos uma palestra explicando as precauções e que medidas tomaríamos para prevenir a doença. Aqui em Poços de Caldas duas mortes já foram confirmadas por gripe suína", explica ao Terra Jânio Joaquim, gerente de futebol da Caldense.

As máscaras, inclusive, foram doadas pela própria secretaria de Saúde, através de Julio Balducci, responsável pela pasta. Foram cedidas 500 máscaras ao clube.

Segundo Jânio, a ideia não sofreu nenhuma resistência por parte dos jogadores e dos funcionários, nem mesmo nas categorias de base do clube. "Eles entenderam e aceitaram na hora", diz.

A Caldense fará um amistoso contra o Atlético de 3 Corações no dia 7 de setembro, para comemorar seus 83 anos de existência. O ingresso será uma lata de óleo. Em troca, o torcedor receberá uma máscara para ocupar as arquibancadas.

"Se o surto da gripe continuar, vamos prosseguir dando máscaras para que os torcedores também usem nos jogos", afirma o preocupado Jânio.

A medida tem chamado a atenção de outros clubes de Minas Gerais. Por decisão da secretaria de Saúde local, o Uberlândia irá jogar no Parque do Sabiá com os portões fechados. De acordo com Jânio, a diretoria do time já entrou em contato com a Caldense para saber detalhes das medidas preventivas tomadas pela equipe de Poços de Caldas.

Especial para Terra