0

Anderson estreia perdendo pênalti, e Inter fica no 0 a 0 com Cruzeiro

12 fev 2015
00h11

O estrelado time titular do Internacional segue sem vencer na temporada. Em seu terceiro jogo no Gauchão, a equipe titular colorada empatou pela terceira vez: desta vez com o Cruzeiro-RS, em Gravataí. O empate em 0 a 0 marcou a estreia do meia Anderson no Inter, e ele não começou bem: entrou no segundo tempo e perdeu um pênalti, que poderia ter dado a vitória ao time rubro.

A partida foi movimentada e equilibrada no Vieirão. Sem medo de encarar o Internacional, o Cruzeiro-RS criou chances e levou perigo ao gol de Muriel várias vezes, mas encontrou um Colorado interessado e firme na marcação, além de disposto a atacar. O time de Aguirre começou a crescer no jogo a partir dos 20 minutos finais, até que chegou a um pênalti mal marcado pela arbitragem, mas Anderson desperdiçou, em grande defesa do goleiro Bruno Grassi.

Com o empate, Cruzeiro e Inter estão empatados com 6 pontos, no quinto e sexto lugares do Gauchão, respectivamente. De olho na estreia da Libertadores, terça que vem, em La Paz, contra o Strongest, o Colorado deve levar time reserva ao Centenário, sábado, quando visita o Caxias. O Cruzeiro, por sua vez, volta a jogar em Gravataí, diante do Avenida.

O jogo - O primeiro tempo foi extremamente corrido e equilibrado. Logo aos dois minutos o Inter quase abriu o placar: Nilmar fez boa jogada pela direita e deu a Vitinho, que escorou para Sasha meter pela linha de fundo. O Cruzeiro respondeu rápido: após escanteio cobrado, a bola passou por todo mundo na área e Muriel salvou com o pé o que seria o gol cruzeirista. Aos sete, Vitinho cobrou falta levando grande perigo.

A partida seguiu lá e cá, com alternância de domínios e muita velocidade de lado a lado. O goleiro Muriel foi um dos personagens do jogo, salvando o Inter em três oportunidades: aos 22, fez boa defesa em chute de Claydir; aos 30, em falta bem batida por Rodrigo Heffner; aos 36, a melhor: Wesley bateu cruzado após cruzamento de Wagner e o goleiro colorado espalmou.

O Internacional só foi reagir nos minutos finais da etapa inicial. Aos 43, D’Alessandro cruzou para o cabeceio de Eduardo Sasha, mas o tiro saiu por cima. Nos acréscimos, em novo cruzamento do argentino, foi a vez de Nilton desviar de cabeça pela linha de fundo.

O segundo tempo começou no mesmo ritmo do primeiro. Aos sete minutos, Vitinho recebeu passe de Sasha após erro da zaga e soltou a bomba, mas Bruno Grassi fez milagre. O Cruzeiro respondeu em uma falta batida por Paraná que acertou o travessão de Muriel. Aos 14, o técnico Diego Aguirre promoveu a estreia do meia Anderson, que entrou no lugar de Vitinho. Cinco minutos depois, Bruno Grassi fez mais uma grande defesa após levantamento de D’Alessandro que desviou na zaga do Cruzeiro.

Aos 31, o lance polêmico da partida: Fabrício cruzou da esquerda, Sasha cabeceou e Bruno Grassi defendeu. Na sobra, Nilmar arrematou e a bola bateu no peito de Laerte, mas o árbitro marcou pênalti e ainda expulsou o beque cruzeirista. Na cobrança, o estreante Anderson bateu e Grassi fez grande defesa, impedindo o tento colorado. Aos 42, o meia se redimiu fazendo boa jogada: deu a Sasha, que cruzou rasteiro. Bruno Grassi defendeu e Nilmar apanhou a sobra, mas chutou sobre a zaga.

Confira as partidas válidas pela quarta rodada do Campeonato Gaúcho:

Caxias 1 x 0 Veranópolis
Grêmio 0 x 1 Brasil
Lajeadense 0 x 1 Avenida
Ypiranga 3 x 0 Aimoré
São Paulo 0 x 3 Juventude
Novo Hamburgo 1 x 0 União Frederiquense
Cruzeiro 0 x 0 Internacional

Quinta-feira
19 horas - São José x Passo Fundo

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
publicidade