0

Brasileiro Série A

Argel estreia e Internacional segura Cruzeiro no Mineirão

Rodney Costa / Gazeta Press

Em jogo com poucos lances de perigo para os dois lados, Cruzeiro e Internacional não conseguiram sair do 0 a 0 em Belo Horizonte

16 ago 2015
18h15
atualizado em 17/8/2015 às 12h42
  • separator
  • 0
  • comentários

O Internacional não marcou nem sofreu gols na estreia de Argel Fucks. Na tarde deste domingo, o técnico comandou o time gaúcho pela primeira vez, contra o Cruzeiro, e viu do banco de reservas do Mineirão o 0 a 0.

Técnico Argel Fucks fez sua estreia no comando do Internacional neste domingo
Técnico Argel Fucks fez sua estreia no comando do Internacional neste domingo
Foto: Mourão Panda / Gazeta Press

Com o resultado, as duas equipes encerraram o primeiro turno do Campeonato Brasileiro com campanhas semelhantes, próximos da metade da tabela de classificação. O Inter soma 25 pontos, contra 22 do Cruzeiro, que estava pressionado pela derrota por 3 a 0 para o Joinville.

Antes de retomar a preocupação com o Brasileiro, no entanto, os times mineiro e gaúcho irão se concentrar nas oitavas de final da Copa do Brasil. O Cruzeiro visitará o Palmeiras no Palestra Itália, na quarta-feira, enquanto o Inter receberá o Ituano no Beira Rio, um dia depois.

Torcedor do Cruzeiro compareceu ao Mineirão
Torcedor do Cruzeiro compareceu ao Mineirão
Foto: Rodney Costa / Gazeta Press

Pelo Brasileiro, o Cruzeiro enfrentará o Corinthians em Itaquera, no domingo, mesmo dia em que o Inter voltará ao Beira-Rio para jogar com o Atlético-PR.

O jogo
Sobrou disposição e faltou técnica para Cruzeiro e Internacional nos primeiros minutos de partida. Vivenciando um momento delicado na temporada, as duas equipes tentaram chegar à frente de forma estabanada – o time da casa recorreu bastante ao jogo aéreo –, porém sem tanta organização.

Aos 16 minutos, Eduardo Sasha mostrou um pouco de lucidez pelo Inter ao passar por dois marcadores depois de Valdívia brigar pela bola. Vitinho aproveitou a jogada e bateu firme, parando em defesa de Fábio.

Atacante Vitinho lamenta gol perdido após bela jogada de Eduardo Sasha
Atacante Vitinho lamenta gol perdido após bela jogada de Eduardo Sasha
Foto: Thomás Santos / Gazeta Press

O Cruzeiro tratou de responder. Com a colaboração de Alisson, que assustou a torcida do Inter ao soltar a bola em um chute de longa distância de Charles, aos 21. Quase em seguida, Marquinhos aproveitou uma jogada mais trabalhada para bater cruzado de fora da área. Passou perigosamente por todo o mundo.

O Cruzeiro se animou com as chances criadas e passou a acuar a equipe visitante, que cedeu espaços. Ainda assim, os comandados de Vanderlei Luxemburgo não chegaram com eficácia suficiente para chegar ao intervalo em vantagem.

Marquinhos bem que tentou, mas não impediu o empate no Mineirão
Marquinhos bem que tentou, mas não impediu o empate no Mineirão
Foto: Andre Yanckous / Gazeta Press

No segundo tempo, Luxemburgo apostou nas entradas de Marinho e Ariel Cabral nos lugares de Marquinhos e Charles. No Inter, o reforço apareceu nas arquibancadas do Mineirão, com a chegada de um grupo de torcedores gaúchos ao estádio.

As melhores oportunidades, no entanto, eram do Cruzeiro. Aos nove minutos, Vinícius Araújo percebeu Alisson adiantado e tentou encobri-lo de muito longe, quase surpreendendo o goleiro. Logo depois, o atacante desviou de cabeça em cobrança de escanteio e ficou perto de acertar a rede.

Argel decidiu entrar em ação. Trocou Valdívia e Vitinho, reclamando de dor na coxa esquerda, por Rafael Moura e Taiberson. Pelo Cruzeiro, Luxemburgo recorreu a Leandro Damião na posição de Vinícius Araújo depois que o público se levantou com um chapéu de Willians em Rodrigo Dourado.

Rafael Moura entrou na etapa final, mas não conseguiu mudar a história do jogo
Rafael Moura entrou na etapa final, mas não conseguiu mudar a história do jogo
Foto: Thomás Santos / Gazeta Press

Mas os lances plásticos ainda eram incomuns na partida. Mesmo com um pouco mais de empenho do Inter, que apostou em Zé Mário na vaga de Nicolás Freitas, e mais algumas investidas do Cruzeiro, o placar permaneceu inalterado.

Veja lances de Cruzeiro 0 x 0 Internacional pelo Brasileiro

FICHA TÉCNICA

CRUZEIRO 0 X 0 INTERNACIONAL

Local: Estádio Mineirão, em Belo Horizonte (MG)

Data: 16 de agosto de 2015, domingo

Horário: 16 horas (de Brasília)

Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira (Fifa-SP)

Assistentes: Kléber Lúcio Gil (Fifa-SC) e Daniel Ziolli (Asp. Fifa-SP)

Público: 14.166 pagantes

Renda: R$ 449.105,00

Cartões amarelos: Geferson e William (Internacional)

CRUZEIRO: Fábio; Mayke, Manoel, Paulo André e Mena; Willians, Henrique, Charles (Ariel Cabral), Alisson e Marquinhos (Marinho); Vinícius Araújo (Leandro Damião)

Técnico: Vanderlei Luxemburgo

INTERNACIONAL: Alisson; William, Paulão, Ernando e Geferson; Rodrigo Dourado, Nilton, Nicolás Freitas (Zé Mário) e Valdívia (Rafael Moura); Eduardo Sasha e Vitinho (Taiberson)

Técnico: Argel Fucks

 

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade