publicidade
03 de dezembro de 2012 • 15h55 • atualizado às 17h21

Impasse de R$ 350 mil separa Inter e Dunga de acerto

Dunga exigiria um salário mensal de R$ 600 mil ao Inter
Foto: Bruno Santos / Terra
  • Direto de Porto Alegre
 

A novela Internacional e Dunga, que parecia próximo de um final feliz, começa a ganhar tons de dramaticidade. A maior dificuldade para o anúncio do capitão do tetra está em relação ao acerto salarial. A direção colorada teria oferecido R$ 250 mil mensais, enquanto a pedida do ex-treinador da Seleção Brasileira gira em torno de R$ 600 mil - algo considerado inviável pela direção do Inter.

“A impressão que dá é de que o Luigi (presidente do Inter) não tem convicção de que o Dunga é um grande treinador. Se esta negociação não fechar até a noite desta segunda-feira não deverá fechar mais. Ele tem viagem marcada para fora do País nesta terça e vai ficar uns dez dias fora”, disse uma pessoa próxima ao técnico e que pediu para não ser identificada.

A viagem de Dunga marcada para a próxima terça-feira é para a Índia, onde ele esteve no mês de outubro acertando detalhes de um jogo festivo na cidade de Kolkata, envolvendo ex-atletas da Seleção Brasileira que disputaram as Copas de 94 e 98.

Se o acerto não ocorrer até a noite desta segunda-feira, a direção colorada vai em busca de um plano D, uma vez que as primeiras alternativas eram Abel Braga e Vanderlei Luxemburgo, enquanto Dunga era o plano B. 

 

Baixe gratuitamente o aplicativo Sigo meu Time e acompanhe seu time do coração

Cristiano Leonardo S. da Silva Jornalismo - Especial para o Terra