6 eventos ao vivo

Para Alecsandro, Giuliano foi o craque da Libertadores

19 ago 2010
00h30
atualizado às 01h14

Mesmo reserva, o meia Giuliano foi o principal jogador do Internacional na conquista do bicampeonato da Libertadores. Artilheiro do time com seis gols marcados, o jogador entrou no segundo tempo da finalíssima e marcou mais um gol, o último da equipe na vitória sobre o Chivas por 3 a 2, no Beira-Rio.

Alecsandro ficou de fora da grande final por causa de uma lesão muscular
Alecsandro ficou de fora da grande final por causa de uma lesão muscular
Foto: Tárlis Schneider/Freelancer / Especial para Terra

O centroavante Alecsandro, ao final do jogo, derramou elogios ao colega. "O Giuliano é sem dúvida o craque da Libertadores. O que joga esse guri não é brincadeira", argumentou o jogador, que não participou da partida por causa de uma lesão muscular.

A jogada que deu o título definitivamente ao Inter veio aos 44min do segundo tempo do jogo desta quarta-feira. Giuliano entrou driblando dentro da área do Chivas e tocou com categoria na saída do goleiro Michel.

Curiosamente, o jogador começou a campanha como titular, mas foi sacado do time por causa de atuações abaixo da média. Entretanto, desde o início, marcou gols decisivos. No jogo contra o Estudiantes, deu a classificação ao Inter aos 42min do segundo tempo, quando o time esteve prestes a ser eliminado na Argentina. Contra o São Paulo, fez o gol da vitória por 1 a 0 no Beira-Rio. Na primeira partida da final, empatou o jogo no segundo tempo.

Giuliano dedicou o título à família, "que sempre acreditou que eu poderia viver o sonho de jogar um grande clube". O jogador deve permanecer no Internacional para a disputa do Mundial de Clubes, em Abu Dhabi, em dezembro. O volante Sandro, entretanto, despediu-se do Inter com este título. O jogador se apresentará ao Tottenham, da Inglaterra, por onde deve jogar imediatamente.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
publicidade