0

Vicintin confirma troca de Marquinhos por Fabrício e esclarece negociações

6 jan 2016
20h02
  • separator
  • 0
  • comentários

Além de oficializar a renovação de contrato do volante argentino Ariel Cabral até o final de 2018, o Cruzeiro também confirmou nesta quarta-feira, durante a reapresentação do elenco, que o lateral-esquerdo Fabrício permanecerá em definitivo na Toca da Raposa.

O jogador estava emprestado pelo Internacional e, para que o negócio fosse concretizado, a diretoria celeste cedeu o atacante Marquinhos, que assinará contrato de três anos com o clube gaúcho. De acordo com o vice-presidente de futebol do Cruzeiro, Bruno Vicintin, a expectativa é que Fabríciof firme vínculo por três temporadas com a Raposa.

“Está fechado. Tínhamos dois jogadores titulares para renovarem, que seriam Fabrício e Ariel Cabral. O Fabrício ainda será discutido a questão contratual, mas não terá problema. (A renovação de) Fabrício será por três anos”, disse o dirigente.

Após confirmar a permanência de Fabrício, Vicintin também esclareceu o andamento das negociações com o meia Matías Pisano, do Independiente-ARG, e com o volante Gustavo Cuéllar, do Junior Barranquilla-COL. Segundo o dirigente, ambas as tratativas dependem de questões burocráticas para serem concretizadas.

“Pisano ainda tem negociações entre ele e Independiente para se acertar. Se não fechar, vamos buscar outras opções. No caso do Cuéllar, é uma negociação bastante complicada entre Deportivo Cali (dono dos direitos do jogador) e Junior (Barranquilla, onde o atleta está emprestado). Ele demonstra vontade de vir, mas estava emprestado. O valor que Cruzeiro pagaria, os clubes têm de se decidir. Esperamos que resolva. Caso não se concretize, vamos buscar outro jogador”, colocou.

“A gente só pode confirmar quando estiver tudo assinado. Até ter tudo assinado, as negociações podem dar para trás. Temos confiança de que essas contratações podem se realizar. Caso não se realizem, vamos buscar outros jogadores que possam ajudar o clube. Temos o número de jogadores para 2016 na cabeça, mesmo se Pisano e Cuéllar não fecharem. O Cruzeiro está aberto a grandes negociações”, acrescentou Vicintin, que salientou que o volante Jean, do Fluminense, segue fora dos planos da diretoria.

Reapresentação e volta de emprestados – Em meio aos pronunciamentos da cúpula celeste, o elenco cruzeirense abriu seus trabalhos para a nova temporada, nesta quarta-feira, na Toca da Raposa. Após participarem de uma palestra conduzida pela diretoria e comissão técnica, os jogadores realizaram testes físicos na área interna do centro de treinamento.

No total, se reapresentaram 36 atletas – incluindo quatro reforços – que, a princípio, estarão à disposição do novo técnico Deivid. “A gente já sai ganhando, porque perdemos apenas um titular, que foi o Ceará. Temos de trabalhar nesse começo de ano para termos sucesso, assim como tivemos no fim do ano de 2015”, colocou o treinador cruzeirense.

Dentre os jogadores que se reapresentaram ao clube, dois deles retornam de empréstimo: o meia Elber, que estava no Sport, e o lateral-esquerdo Antônio Carlos, que volta à Toca após defender o Marítimo de Portugal. Sobre este último jogador, o Cruzeiro optou por sua volta, em virtude dos empréstimos dos laterais Pará e Mena, que defenderão o Atlético-PR e o São Paulo em 2016, respectivamente.

“A princípio, Sánchez Miño (reforço para a temporada) vai compor como lateral-esquerdo reserva. Estamos trazendo de volta o Antônio Carlos, que estava no Marítimo. Ele vai voltar para ser observado pelo Deivid e também para nos ajudar nesta temporada.  Caso o Deivid ache necessário contratar outro lateral, vamos buscar. Mas, inicialmente, o Fabrício é titular, Sánchez é reserva e Antônio é o terceiro”, destacou Bruno Vicintin.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade