0

Isaquias usa bronze inédito do Mundial como motivação para Rio-2016

3 set 2013
12h50

A Seleção Brasileira feminina de vôlei desembarcou em São Paulo nesta terça-feira após o título do Grand Prix, mas as atletas comandadas por José Roberto Guimarães não foram as únicas a desfilar com medalhas pelo saguão do Aeroporto Internacional de Guarulhos. Menos acostumado aos holofotes, Isaquias Queiroz retornou ao País após uma histórica campanha no Campeonato Mundial de canoagem, em que faturou a medalha de bronze na prova do C1 1000m, olímpica, e o ouro no C1 500m, que não faz parte do programa dos Jogos Olímpicos.

O terceiro lugar de Isaquias, conquistado no sábado no Mundial de Duisburg, foi o primeiro pódio do Brasil na história da competição. E é justamente este bronze no C1 1000m, em que foi derrotado apenas por Attila Vajda e Sebastián Brendel, campeões em Pequim-2008 e Londres-2012, respectivamente, que ele usa como principal motivação para seus treinos visando ao Rio de Janeiro-2016. No domingo, ele voltou à água e foi ouro no C1 500m.

"Acho que o bronze foi mais saboroso porque por você brigar em uma prova olímpica as pessoas começam a te ver de outro modo. E você acaba ficando um pouco mais ansioso para as Olimpíadas porque agora penso que vou ter mais chances por ter tirado medalha em uma competição como essa", disse Isaquias.

Apesar de agora demonstrar confiança em seu desempenho e acreditar ter chances de brigar por medalhas no C1 1000m, o canoísta brasileiro não esconde que os resultados conquistados no fim de semana na Alemanha foram surpreendentes até para ele mesmo, que optou por disputar o Mundial adulto, em vez de defender o título do Mundial juvenil.

"Eu fiquei muito surpreso porque nossa expectativa era chegar nas finais. Quando comecei a ganhar dos outros atletas e a andar bem, falei ‘opa, acho que dá para disputar um pódio’. Na hora da prova, quando eu vi que estava em quarto foi crescendo a ansiedade, prometi que ia ganhar uma medalha para o Brasil e resolvi ir pra cima", explicou.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
publicidade