0

Jogando com fratura no calcanhar, Diego Cavalieri minimiza sacríficio

15 ago 2013
17h34

O goleiro Diego Cavalieri jogou as duas últimas partidas do Fluminense com uma microfratura no calcanhar direito. Apesar das dores, o jogador minimizou o fato de atuar no sacríficio e disse que isso sempre acontece com atletas de alto nível. Cavalieri também deixou bem claro que as dores não atrapalham sua performance em campo.

- Sacríficio todo mundo faz sempre. Jogador de alto rendimento sempre entra em campo com alguma dor, algum incômodo, mas nada que comprometa a sua atuação. Estou com um probleminha na mão também, mas nada que atrapalhe muito. Atleta de alto nível sempre entra em campo com alguma dorzinha - disse.

O jogador sofreu a lesão em um treino na última sexta-feira, antes do Fla-Flu, e revelou que fez um teste no gramado do Maracanã para saber se ia jogar ou não o clássico. Além disso, Diego também exaltou a qualidade e o trabalho do departamento médico e dos fisioterapeutas do Fluminense:

- Foi uma situação que ocorreu na sexta, no movimento que eu fiz, senti a dor. Depois do treino, fiz um exame e acusou uma microfratura no osso do calcanhar direito. Quero agradecer ao departamento médico e a fisioterapia. Contra o Flamengo, fiz um teste no campo para saber se ia jogar, sei da responsabilidade de cada um, não jogaria sem o aval deles. Até porque não colocaria a minha performance e a performance do grupo. O trabalho que eles fizeram foi sensacional.

O Fluminense viaja no início da noite desta quinta-feira para Recife, onde vai encarar o Náutico, no próximo sábado, às 18h30, na Arena Pernambuco, pelo Campeonato Brasileiro. Na sexta-feira, o time fez um único treino em Pernambuco, lá, o atacante Fred e o volante Jean se juntam a delegação.

Fonte: Lancepress! Lancepress!
publicidade