PUBLICIDADE

Canadá busca vingança no hóquei masculino contra os EUA

28 fev 2010 00h51
| atualizado às 01h19
Publicidade

Já imaginou uma final de Copa do Mundo entre Brasil e Argentina no Maracanã? Pois é mais ou menos um clássico dessa proporção que definirá o campeão olímpico do hóquei no gelo masculino nos Jogos de Inverno de Vancouver. Neste domingo (28), às 17h15 (de Brasília), os vizinhos Canadá e Estados Unidos se enfrentarão no Canada Hockey Place pela medalha de ouro.

Além de toda a rivalidade histórica entre as nações, os canadenses têm uma motivação a mais para esta partida. Na única derrota na atual edição dos Jogos de Inverno, os americanos foram os algozes.

Na terceira rodada da primeira fase, os Estados Unidos venceram por 5 a 3 e obrigaram os donos da casa a disputar a repescagem.O confronto entre Canadá e Estados Unidos, no último domingo, registrou o maior índice de audiência de um evento esportivo na história da televisão canadense, com média de 10,6 milhões de espectadores e picos de 13 milhões.

Isso representa quase um terço da população do país, que é de 33 milhões. A expectativa é que hoje a marca seja mais uma vez batida, pois o Canadá poderá ganhar uma medalha olímpica no hóquei no gelo pela primeira vez na sua casa.

Nos Jogos de Calgary-88, a equipe amargou a quarta colocação. Por isso mesmo, desde o início da competição, há duas semanas, os canadenses estão jogando sob pressão. "A pressão faz parte do processo. Estamos ansiosos e prontos para jogar contra os Estados Unidos. Vamos nos divertir", afirmou o goleiro Roberto Luongo.

Os Estados Unidos também tentam pôr fim a uma escrita que está prestes a completar 30 anos. A seleção não conquista o ouro desde os Jogos de Lake Placid (EUA), em 1980.

Será também a chance de dar o troco no Canadá pelo revés sofrido na Olimpíada de 2002, em Salt Lake City. Na ocasião, os americanos perderam a decisão em casa por 3 a 2. Assim, ingredientes não faltam para a partida que encerrará a Olimpíada.

Equipe canadense busca revanche contra os EUA
Equipe canadense busca revanche contra os EUA
Foto: AP
Fonte: Lancepress!
Publicidade