1 evento ao vivo

CBDG planeja CT para superar fraco desempenho em Vancouver

2 mar 2010
00h23

Depois de fracassar na tentativa de classificação para a Olimpíada de Inverno de Vancouver (apenas atletas de esportes na neve competiram) a Confederação Brasileira de Desportos no Gelo (CBDG) tem uma importante carta na manga já visando os Jogos de Sochi em 2014. Até o fim deste ano, terá início a construção do primeiro centro de treinamento no país voltado ao esporte no gelo, como hóquei, curling e patinação artística.

A cidade de Campos do Jordão, no interior de São Paulo, é o local escolhido pela CBDG para abrigar o CT. A única pendência a ser resolvida, e que tem atrasado o início da construção, é a demarcação final do terreno doado pela prefeitura. Pelo cronograma, as obras deveriam ter começado em 2009. Porém, de acordo com a assessoria de imprensa do município, o documento final de posse deve ser expedido nas próximas semanas.

Caso haja uma improvável reviravolta, a CBDG garante ter outras opções, no Rio de Janeiro, em Minas Gerais e no Sul do país. O projeto foi elaborado pelo italiano Martin Gruber - um dos mais conceituados arquitetos do ramo - e prevê a construção de um rinque de patinação e hóquei, pistas de curling e de largada para trenós de bobsled, luge e skeleton.

O custo da obra está estimado em R$ 10 milhões e, segundo o presidente da CBDG, Eric Maleson, a entidade já dispõe de R$ 5 milhões, que serão pagos por patrocinadores privados da área de entretenimento. Já a outra metade, Maleson pretende obter com empresários brasileiros.

Para ele, a exibição da Olimpíada de Vancouver em TV aberta ajudou a aumentar o interesse pelos esportes de inverno no país. "Estamos recebendo e-mails de diversos lugares do Brasil, com jovens interessados em praticar um esporte", afirmou o presidente.

A solidificação da base no país é o principal objetivo da CBDG. Atualmente, com a falta de um local adequado para treinos, os atletas que se profissionalizam têm de sair do Brasil para se manter em alto nível. "Queremos ter pelo menos um lugar adequado para treinos em território brasileiro. O que temos de trazer de fora é o técnico", disse Eric.

Além do alto rendimento, o projeto prevê que crianças de escolas municipais de Campos do Jordão tenham acesso gratuito ao programa Patina Brasil, que visa a massificar a patinação no gelo pelo país.

Passada experiência de Vancouver, Brasil planeja CT em Campos do Jordão
Passada experiência de Vancouver, Brasil planeja CT em Campos do Jordão
Foto: AP
Fonte: Lancepress!
publicidade