3 eventos ao vivo

COI dá dica a Rio e futuras sedes: "testem, testem, testem..."

28 fev 2010
18h24
atualizado às 22h32
Anderson Giorge
Direto de Vancouver

Em um encontro para fazer o balanço sobre os Jogos de Vancouver, o belga Jacques Rogge, presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), afirmou que o Canadá pode servir de exemplo para a organização de futuras competições. O Brasil receberá daqui a seis anos a Olimpíada de Verão, no Rio de Janeiro.

"O que outros organizadores podem aprender e foi confirmado aqui: testem, testem, testem tudo antes de qualquer coisa. Eles fizeram um bom trabalho nisso", disse Rogge.

De acordo com o dirigente, o Vanoc (Comitê Organizador de Vancouver) soube rapidamente resolver algumas questões e problemas que apareceram nos primeiros dias de competição. No entanto, o que mais chamou a atenção foi a ligação entre a população canadense e a Olimpíada.

"Os Jogos uniram o país. As pessoas estão nas ruas, festejando, comemorando. Esse é o legado humano da competição", comentou.

O dirigente disse que um dos momentos que comprovam a ligação entre o Canadá e os Jogos aconteceu no curling feminino, quando a equipe liderada por Cheryl Bernard deixou a medalha de ouro escapar no fim contra as suecas.

"Eu estava acompanhando o jogo e estava 6 a 4, quando decidi sair. Ao entrar no carro, escutei que a Suécia tinha virado. Para a minha surpresa, o comportamento dos torcedores foi incrível. Crédito aos canadenses por esse gesto. Foi uma atmosfera de muito respeito", disse o cartola, referindo-se aos aplausos da torcida pela medalha de prata.

A imprensa canadense questionou o cartola sobre o que será de alguns cidadãos que não conseguiram emprego nem mesmo com a realização da Olimpíada. O dirigente rebateu e disse que Vancouver e a região ganharam excelentes praças esportivas, um centro de convenções, um aeroporto que foi modernizado, além das casas da Vila Olímpica que serão repassadas a preços mais atraentes à população.

Jogos Olímpicos de Inverno no Terra

O Terra transmite ao vivo a competição em 15 canais simultâneos de vídeo. Além disso, os usuários têm a possibilidade de assistir novamente a todo o conteúdo a qualquer momento. Todo o acesso é gratuito.

Uma equipe de 60 profissionais está encarregada de fazer a cobertura direto de Vancouver e dos estúdios do Terra, em São Paulo, no Brasil, com as últimas notícias, fotos, curiosidades, resultados e bastidores da competição.

A equipe conta com a participação do repórter especialista em esportes radicais Formiga - com 20 anos de experiência em modalidades de neve -, e o pentacampeão mundial de skate Sandro Dias, que comenta a competição em seu blog no Terra.

No celular
wap: wap.terra.com.br
Iphone e smartphones: m.terra.com.br/vancouver

Esqui Cross-Country (M) - 50km Final
Fonte: Terra
publicidade