PUBLICIDADE

Depois de dramas, atletas ganham prêmio pela determinação

28 fev 2010 13h56
Publicidade

Após superarem verdadeiros dramas pessoais até conquistarem uma medalha na Olimpíada de Vancouver, a canadense Joannie Rochette, da patinação artística, e a eslovena Petra Majdic, do esqui cross-country, foram ainda mais recompensadas. Na noite deste sábado, elas dividiram o prêmio Terry Fox, dado a atletas considerados exemplos de determinação e humildade diante de adversidades.

Embora de modo muito distintos, Rochette e Majdic sofreram bastante antes de brilhar nos Jogos Olímpicos. A primeira perdeu a mãe, vítima de um ataque cardíaco, em 21 de fevereiro, e menos de três dias depois já estava no rinque emocionando a plateia com seu desempenho na prova individual da patinação artística.

"Vindo para cá eu não esperava inspirar as pessoas", disse a premiada canadense, 24 anos, que, em meio a lágrimas, havia recebido a medalha de bronze na última quinta-feira. "Eu queria perseguir meu sonho. Era isto que minha mãe sempre quis que eu fizesse: ir lá e patinar por ela".

Majdic, por sua vez, chegou a Vancouver como favorita à medalha de ouro na prova de velocidade (sprint) do estilo clássico, mas viu suas chances quase dizimadas quando caiu durante um treinamento e quebrou quatro costelas. Apesar das fortes dores, ignorou os médicos e resolveu competir em 18 de fevereiro, superando os limites de seu corpo até ficar na terceira colocação.

"Ao ganhar a medalha fiquei chocada, mas quando me disseram o que eu ia receber hoje (sábado), isso balançou minha cabeça", afirmou a eslovena do cross-country, 30 anos.

A declaração só valoriza o prêmio Terry Fox. Distribuído pela primeira vez exatamente em Vancouver, ele leva o nome de uma das maiores lendas do esporte canadense.

Fox, morto em 1981 aos 22 anos, encerrou a carreira como jogador de basquete ainda júnior quando perdeu uma perna por causa de osteossarcoma (um tumor maligno nos ossos que se propaga rapidamente para os pulmões). Mesmo assim, seguiu envolvido em causas esportivas e, utilizando uma perna mecânica, decidiu cruzar o Canadá de costa a costa, com o objetivo de arrecadar fundos para pesquisas do tratamento de câncer.

Jogos Olímpicos de Inverno no Terra

O Terra transmite ao vivo a competição em 15 canais simultâneos de vídeo. Além disso, os usuários têm a possibilidade de assistir novamente a todo o conteúdo a qualquer momento. Todo o acesso é gratuito.

Uma equipe de 60 profissionais está encarregada de fazer a cobertura direto de Vancouver e dos estúdios do Terra, em São Paulo, no Brasil, com as últimas notícias, fotos, curiosidades, resultados e bastidores da competição.

A equipe conta com a participação do repórter especialista em esportes radicais Formiga - com 20 anos de experiência em modalidades de neve -, e o pentacampeão mundial de skate Sandro Dias, que comenta a competição em seu blog no Terra.

No celular
wap: wap.terra.com.br
Iphone e smartphones: m.terra.com.br/vancouver

Esqui Cross Country
Esqui Cross Country
Foto:
Fonte: Terra
Publicidade