0

Jaqueline Mourão será porta-bandeira do Brasil no encerramento

25 fev 2010
18h20

Única brasileira até o momento a disputar tanto as Olimpíadas de Inverno quanto as de Verão, Jaqueline Mourão foi escolhida pelo Comitê Olimpico Brasileiro para carregar a bandeira do país na cerimõnia de encerramento dos Jogos de Vancouver, no próximo domingo - a snowboarder Isabel Clark foi a porta-bandeira na abertura do evento.

"Vai ser uma honra pra mim, estou muito feliz. Carregar a bandeira do seu país é uma oportunidade que poucos atletas têm", comemorou Jaqueline. "Sinto que este é o reconhecimento de todo esforço e dedicação que tenho ao esporte nacional, uma grande e inesperada recompensa. Estou me sentindo valorizada por tudo o que fiz durante minha carreira", afirmou a atleta, que recebeu elogios do chefe da missão brasileira em Vancouver, Edson Menezes.

"Ela é uma pioneira. Primeira brasileira a disputar uma prova de mountain bike olímpica. Primeira brasileira a disputar Jogos Olímpicos de Verão e Inverno. Agora, a única com duas participações em Jogos distintos. Isso mostra a força de sua vontade, desprendimento e superação, que caracterizam aqueles que carregam o espírito olímpico em tudo o que fazem", afirmou.

Jaqueline Mourão disputou as Olimpíadas de Verão em Atenas 2004 e Pequim 2008 - ambas como atleta do mountain bike. Em 2006, encarou um novo desafio: participar dos Jogos de Inverno de Turim, agora no cross country.

Em 2010, disputou sua segunda Olimpíada de Inverno e terminou na 67ª colocada em sua prova.

"Em Vancouver 2010, posso dizer que me senti madura e pronta para o desafio. Minha consciência esta tranquila e sei que fiz o melhor. Não cometi erros na minha prova e estou feliz com a nossa evolução. Claro que ainda estou longe de uma medalha, mas tenho certeza de que todos que assistiram minha performance nesta Olimpíada têm a certeza de que lutei até o final para um bom resultado", afirmou a atleta.

Feliz por ter sido eleita a porta-bandeira brasileira, Jaqueline Mourão ainda sonha em disputar a Olimpíada de Inverno de 2014, em Sochi, na Rússia.

"Estou muito empolgada com minha evolução. Comecei a esquiar há apenas cinco anos, me classifiquei para duas Olimpíadas e sigo baixando meus tempos. Quero ver até onde posso chegar", disse Jaqueline Mourão.

Entenda a prova individual estilo livre de esqui cross-country

Na prova individual estilo livre do esqui cross-country (15 km masculino e 10 km feminino), modalidade da brasileira Jaqueline Mourão, cada esquiador larga em um intervalo de 30 segundos, sendo que os melhores da qualificação saem por último. No estilo livre, os atletas deslizam os esquis em vez de darem passos alternados (estilo clássico).

Esta é a única categoria do esqui cross-country decidida contra o relógio. Nas provas de velocidade, a qualificação também é definida por tempo, mas a partir dela o formato passa a ser eliminatório. Desta forma, o esquiador que tiver o menor tempo fatura o título olímpico.

Jogos Olímpicos de Inverno no Terra

O Terra transmite ao vivo a competição em 15 canais simultâneos de vídeo. Além disso, os usuários têm a possibilidade de assistir novamente a todo o conteúdo a qualquer momento. Todo o acesso é gratuito.

Uma equipe de 60 profissionais está encarregada de fazer a cobertura direto de Vancouver e dos estúdios do Terra, em São Paulo, no Brasil, com as últimas notícias, fotos, curiosidades, resultados e bastidores da competição.

A equipe conta com a participação do repórter especialista em esportes radicais Formiga - com 20 anos de experiência em modalidades de neve -, e o pentacampeão mundial de skate Sandro Dias, que comenta a competição em seu blog no Terra.

No celular
wap: wap.terra.com.br
Iphone e smartphones: m.terra.com.br/vancouver

Entrega de medalhas tem show do INXS em Vancouver
Fonte: Terra

compartilhe

publicidade
publicidade