1 evento ao vivo

Musa americana cai no slalom gigante; brasileira é eliminada

24 fev 2010
15h50
atualizado em 25/2/2010 às 17h32
Anderson Giorge
Direto de Whistler

A americana Lindsey Vonn decepcionou e está fora da luta por medalhas na prova do slalom gigante dos Jogos Invernos de Vancouver. Na primeira tomada de tempo, ela vinha em ritmo forte, mas acabou sofrendo uma queda. Medicada no local, ela passa bem. A brasileira Maya Harissson abandonou a prova após perder o traçado da pista. Em sua estreia em Olimpíada, ela foi eliminada ainda na primeira descida depois de perder um dos gates (portões).

A austríaca Elisabeth Georgl marcou o melhor tempo da primeira etapa da prova, com 1min15s12. A segunda descida foi adiada para esta quinta-feira por conta do mau tempo em Whistler. Lindsey havia feito uma parcial 0s36 abaixo do tempo de Georgl quando caiu. Thomas Vonn, marido da esquiadora, acompanhou o acidente pelo telão.

Apesar da medalha de ouro no downhill e do bronze no super G, Lindsey não era considerada uma das favoritas para o slalom gigante. Na prova do supercombinado, Lindsey também já havia caído quando liderava a prova.

"Estava esquiando bem e rápida. Mas antes que eu percebesse eu fui parar na proteção", disse Vonn sobre a queda no trecho final do percurso do slalom gigante.

A atleta americana apareceu na zona mista com um saco de gelo para conter o inchaço na mão direita. "Não sei ainda o que os exames irão dizer, mas espero estar de volta na sexta (para o slalom)", completou.

Os Estados Unidos ainda tiveram outra decepção. Atual campeã olímpica, Julia Mancuso teve a sua descida interrompida por causa do acidente de Vonn.

Na outra tentativa, a musa americana não conseguiu repetir a mesma performance do início da anterior e ficou a 1s30 da primeira colocada. Mancuso não escondeu a frustração e chegou a chorar depois da apresentação.

Entenda a prova de slalom gigante do esqui alpino

O slalom gigante é similar ao slalom, mas tem menos curvas e inclinações e um percurso maior. Cada esquiador desce duas vezes a montanha da mesma inclinação, mas com percursos diferentes. Os tempos são somados e o mais rápido é campeão olímpico.

O número de portas (espécies de obstáculos feitos com hastes e bandeira) costuma ser de cerca de 40 para as mulheres e 50 para homens. O slalom gigante costuma ter menos desistências que o slalom, mas os atletas que terminam o percurso sem passar por alguma porta (ou passam, mas de forma inadequada) são punidos e podem ser desclassificados.

Jogos Olímpicos de Inverno no Terra

O Terra transmite ao vivo a competição em 15 canais simultâneos de vídeo. Além disso, os usuários têm a possibilidade de assistir novamente a todo o conteúdo a qualquer momento. Todo o acesso é gratuito.

Uma equipe de 60 profissionais está encarregada de fazer a cobertura direto de Vancouver e dos estúdios do Terra, em São Paulo, no Brasil, com as últimas notícias, fotos, curiosidades, resultados e bastidores da competição.

A equipe conta com a participação do repórter especialista em esportes radicais Formiga - com 20 anos de experiência em modalidades de neve -, e o pentacampeão mundial de skate Sandro Dias, que comenta a competição em seu blog no Terra.

No celular
wap: wap.terra.com.br
Iphone e smartphones: m.terra.com.br/vancouver



Esqui Alpino Slalom Gigante (M) - Final
Fonte: Terra

compartilhe

publicidade
publicidade