0

Polêmico, russo diz que sem salto quádruplo patinação vira dança

19 fev 2010
06h48
atualizado às 07h31

A polêmica sobre a importância do salto quádruplo na patinação artística só aumentou após a final da prova individual masculina na Olimpíada de Vancouver, na madrugada desta sexta-feira. Derrotado pelo americano Evan Lysacek, o russo Evgeni Plushenko cutucou o algoz dizendo que, sem o difícil movimento, a modalidade se torna uma simples "dança".

Embora tenha buscado minimizar a derrota com as medalhas de ouro e de prata que já havia conquistado anteriormente, Plushenko não escondeu a decepção. Mesmo executando no máximo saltos triplos, Lysacek quebrou um domínio russo ou soviético que vinha a partir de Calgary 1988, o que irritou bastante o segundo colocado.

"Um campeão olímpico que não sabe fazer um salto quádruplo. Bem, não sei... isso não é patinação artística masculina, é dança", disse o russo. A última vez em que um homem havia triunfado sem o movimento havia sido em Lillehammer 1994. O americano não sentiu confiança para colocá-lo em prática após cometer um erro no Campeonato dos Estados Unidos, no mês passado.

Campeão em Turim 2006, Plushenko chegou a anunciar a aposentadoria, mas três temporadas depois voltou atrás da decisão de olho exatamente nos Jogos de Vancouver. Na cidade, ele poderia ter se tornado o primeiro bi olímpico desde o americano Dick Button, que se consagrou na disputa individual em St. Moritz 1948 e Oslo 1952.

Perdida a chance, o russo, 27 anos, descartou se desanimar, indicando que continuará competindo. "Eu sei que aceitaria qualquer resultado. Após essa derrota, não vou abaixar a cabeça e parar", afirmou ele, especulando a possibilidade de ter a torcida ao lado na Olimpíada de 2014, em Sochi.

Técnico de Plushenko, Alexei Mishin ficou ainda mais irritado com os juízes, que concederam 1,31 ponto a mais para Lysacek. Em entrevista ao site americano Yahoo, o treinador chamou essa decisão de criminosa, acreditando que seu pupilo tenha sido roubado. Como argumento, novamente foi utilizado o salto quádruplo - sem ele, Mishin apontou que se excluem as diferenças entre as provas masculina e feminina.

Entenda a prova individual de patinação artística

No evento individual, os patinadores têm que cumprir um curto programa de no máximo 2min50 de passos, saltos, giros e combinações e outro mais longo e livre (de 4min no feminino e 4min30 no masculino).

O vencedor é eleito por juízes baseando-se em um painel técnico, que demonstra o nível de dificuldade dos movimentos e sua sintonia com a música.

Jogos Olímpicos de Inverno no Terra

O Terra transmite ao vivo a competição em 15 canais simultâneos de vídeo. Além disso, os usuários têm a possibilidade de assistir novamente a todo o conteúdo a qualquer momento. Todo o acesso é gratuito.

Uma equipe de 60 profissionais está encarregada de fazer a cobertura direto de Vancouver e dos estúdios do Terra, em São Paulo, no Brasil, com as últimas notícias, fotos, curiosidades, resultados e bastidores da competição.

A equipe conta com a participação do repórter especialista em esportes radicais Formiga - com 20 anos de experiência em modalidades de neve -, e o pentacampeão mundial de skate Sandro Dias, que comenta a competição em seu blog no Terra.

No celular
wap: wap.terra.com.br
Iphone e smartphones: m.terra.com.br/vancouver

Patinação Artística (M) - Final
Fonte: Terra
publicidade