0

Sede dos Jogos 2014, Sochi quer ficar pronta em dois anos

1 mar 2010
01h48
atualizado às 06h42

Com o encerramento dos Jogos de Inverno de Vancouver, as atenções se voltam para a cidade russa de Sochi, que irá abrigar a competição em 2014. Será a segunda vez na história que a Rússia recebe uma competição olímpica. Em 1980, ainda integrado à antiga URSS, o país recebeu os Jogos Olímpicos na cidade de Moscou.

A peculiaridade de Sochi é que ela será primeira cidade subtropical a receber os Jogos de Inverno. O local é conhecido como destino de verão por conta de seu clima moderado para os padrões russos, mas tem baixas temperaturas nas montanhas que vão abrigar as competições

Para conseguir o direito de receber a competição, Sochi deixou para trás cidades como Almaty (Cazaquistão), Bonjormi (Geórgia), Jaca (Espanha), PyeongChang (Coréia do Sul), Salzburgo (Áustria) e Sófia (Bulgária). Na primeira votação da fase final, Sochi recebeu 34 votos, dois a menos que PyeongChang. Salzburgo teve apenas 25. Na segunda rodada, Sochi teve 51 votos contra 47 de PyeongChang.

Desde que Sochi recebeu a incumbência de realizar os Jogos, há três anos, a cidade foi colocada em xeque sobre a capacidade de concluir a construção de seus projetos, a forma de financiamento dos jogos e até questões de segurança, já que o local fica próximo da região separatista da Abkházia, na vizinha Geórgia.

Sochi é uma cidade de cerca de 500 mil habitantes e seus organizadores esperam que os Jogos potencializem o turismo na região. Tanto para os mais abonados da Rússia, como turistas estrangeiros. A cidade tem pela frente a missão de construir praticamente todas as instalações olímpicas a partir do zero, como explica Dmitry Chernyshenko, presidente do comitê organizador.

Segundo ele, são 16 mil trabalhadores empregados nas obras. A promessa é que todas as instalações - a um custo de US$ 7 bilhões - estejam prontas em dois anos, para que se iniciem as fases de teste. Mais de 70 eventos de teste estão previstos para 2012 e 2013.

A concepção e construção da pista de bobsled e luge será alvo das atenções após o acidente que matou o georgiano Nodar Kumaritashvili no dia da cerimônia de abertura de Vancouver.

Vancouver homenageia Sochi, próxima sede olímpica
Terra

compartilhe

publicidade
publicidade