0

Sob sombra de tragédia, alemães dominam luge

1 mar 2010
02h31
atualizado às 06h36

O predomínio alemão no luge dos Jogos de Inverno de Vancouver confirmou o favoritismo colocado sob o país antes do início da disputa. Com duas medalhas de ouro, uma de prata e uma de bronze, a Alemanha conquistou mais da metade das medalhas possíveis para a modalidade e seria por muito tempo lembrado pelo fato não fosse uma tragédia ter manchado a competição.

Em 12 de fevereiro, um dia antes do início das provas masculinas, o georgiano Nodar Kumaritashvili sofreu um grave acidente durante um treinamento no Whistler Sliding Centre e morreu. Nodar estava a 144 km/h quando perdeu o controle de seu trenó, bateu contra a parede de gelo e, depois, contra uma haste na lateral da pista. O luger ainda foi socorrido, mas não resistiu aos ferimentos.

A morte comoveu atletas de todos os esportes e nacionalidades, ameaçou a desistência da Geórgia, provocou homenagens na cerimônia de abertura e pôs em xeque a estrutura montada para as provas de luge, skeleton e bobsled. Afinal, aquela era a pista mais rápida já projetada e, mesmo sem ter sido utilizada oficialmente, já havia feito sua primeira vítima.

Para evitar outras, a organização aumentou a parede de gelo e revestiu a haste na curva onde o atleta georgiano havia perdido o controle do trenó e batido. Mesmo assim, não evitou desistências. Levan Gureshidze, companheiro de Nodar, ficou bastante abalado com os acontecimentos e desistiu da competição, assim como a romena Violeta Stramaturaru, que também havia se acidentado nos treinamentos.

Mesmo assim, as competições foram realizadas normalmente, sempre com a Alemanha no pódio. No luge masculino, Felix Loch e David Moeller fizeram a dobradinha de ouro e prata, respectivamente, enquanto o bronze ficou com o italiano Armin Zoeggler. Já no feminino, Tatjana Huefner levou mais um ouro e Natalie Geisenberger ficou com bronze para a Alemanha. Entre elas, a austríaca Nina Reithmayer ficou com a prata.

Nas duplas, a força da Áustria voltou a aparecer e os irmãos Andreas e Wolfgang Linger foram os mais velozes, levando o ouro. Na sequência, vieram os letões Andris e Juris Sics com a prata e os alemães Patric Leitner e Alexander Resch com o bronze, finalizando o último pódio de uma competição que certamente ficará marcada não apenas pelas histórias dos ganhadores, mas principalmente pela perda de um jovem atleta.

Confira os medalhistas do luge

Duplas

Masculino

Andreas Linger/Wolfgang Linger- Áustria - ouro
Patric Leitner/Alexander Resch - Alemanha - prata
Andris Sics/Juris Sics - Letônia - prata

Individual

Feminino

Tatjana Hufner- Alemanha - ouro
Nina Reithmayer - Áustria - prata
Tatiana Ivanova - Rússia - prata

Individual

Masculino

Felix Loch- Alemanha - ouro
David Moller - Alemanha - prata
Samuel Edney - Canadá - prata

Veja acidente que matou atleta do luge nos Jogos
Terra

compartilhe

publicidade
publicidade