0

Suíço é ouro no slalom; brasileiro fica atrás de argentinos

23 fev 2010
19h53
atualizado às 20h37
Anderson Giorge
Direto de Whistler

O suíço Carlo Janka conquistou a medalha de ouro do slalom gigante, nesta terça-feira, em Whistler, pelos Jogos de Inverno. Com o tempo de 2min37s83, ele liderou as duas descidas e venceu a prova. O único brasileiro a competir na prova, Jhonatan Longhi, terminou a prova na 56ª colocação, com o tempo acumulado de 2min54s03.

Nascido no Brasil e criado na Itália, Longhi terminou a prova atrás de dois argentinos. Christian Javier Simare Birkner terminou na 34ª posição, enquanto Augustin Torres ficou na 54ª. Na primeira descida, o brasileiro havia ficado em 59º.

Os segundo e terceiros lugares foram conquistados pela Noruega. Jansrud Kjetil conquistou a prata, enquanto o bronze foi para Aksel Lund Svindal. Para chegar à medalha de prata, Kjetil avaçou 11 posições entre a primeira e a segunda tentativa.

Esta é a primeira olimpíada de Carlo Janka. Até aqui, ele conseguiu apenas um quarto lugar no supercombinado, prova que mistura o downhill e o slalom. Janka é atualmente o sexto melhor colocado no ranking da Copa do Mundo de slalom gigante.

O americano Bode Miller, que conquistou três medalhas nestes Jogos de Inverno, desistiu da prova no meio da sua primeira descida. Ele largou mal e preferiu não concluir o percurso. Nos Jogos de Vancouver, Miller foi o primeiro colocado no supercombinado, prata no Super G, além de conquistar o bronze no downhill.

Entenda a prova do slalom gigante paralelo do snowboard

No slalom gigante paralelo do snowboard, dois competidores fazem duelo eliminatório de cada vez. Os participantes descem a montanha em velocidade e passam entre 18 a até 25 portas dispostas à esquerda e direita alternadamente e elaboradas com duas hastes e uma bandeira. O atleta que conclui o percurso mais rapidamente avança.

Em Vancouver, os 16 melhores da fase de qualificação avançarão para a final, quando cada atleta terá que descer a montanha duas vezes. O mais rápido na primeira corrida ganha uma vantagem na segunda: a primeira porta será aberta baseada na diferença de tempo entre os competidores no duelo anterior. Assim, o que foi mais lento demorará mais para começar a descida.

Jogos Olímpicos de Inverno no Terra

O Terra transmite ao vivo a competição em 15 canais simultâneos de vídeo. Além disso, os usuários têm a possibilidade de assistir novamente a todo o conteúdo a qualquer momento. Todo o acesso é gratuito.

Uma equipe de 60 profissionais está encarregada de fazer a cobertura direto de Vancouver e dos estúdios do Terra, em São Paulo, no Brasil, com as últimas notícias, fotos, curiosidades, resultados e bastidores da competição.

A equipe conta com a participação do repórter especialista em esportes radicais Formiga - com 20 anos de experiência em modalidades de neve -, e o pentacampeão mundial de skate Sandro Dias, que comenta a competição em seu blog no Terra.

No celular
wap: wap.terra.com.br
Iphone e smartphones: m.terra.com.br/vancouver



Brasileiro faz descida "apagada" no slalom gigante
Fonte: Terra

compartilhe

publicidade
publicidade