1 evento ao vivo

Sul-coreana confirma favoritismo e leva ouro na patinação

26 fev 2010
01h57
atualizado às 05h51

Depois de encantar a platéia na apresentação classificatória (programa curto), Yu-Na Kim fez a mais bela apresentação da final na noite desta quinta-feira, que lhe rendeu a medalha de ouro da patinação artística. A sul-coreana nem precisou repetir a trilha sonora do filme James Bond para cativar público e jurados, que lhe atribuiram a nota 150.06.

Kim, 19 anos, apesar da pouca idade, chegou à Olimpíada como favorita da modalidade, tendo como principais adversárias a japonesa Mao Asada, a canadense Joannie Rochette e a americana Mirai Nagaso. Porém, as pequenas falhas das adversárias não foram cometidas pela patinadora da Coreia do Sul, que executou com precisão movimentos de dança e saltos, sempre em alta velocidade.

Ao fim da prova, algumas previsões foram confirmadas. Além da vitória de Kim, a medalha de prata ficou com Mao Assada, e a de bronze com Joannie Rochette. A canadense, aliás, contou com apoio integral da torcida presente ao Ginásio Pacific Coliseum, que se comoveu com sua capacidade de superar o trauma da morte da mãe, que faleceu no último sábado.

Uma grande ameaça para a medalha inédita da Coreia do Sul na patinação era a possibilidade de a japonesa Mao Assada superá-la com uma arma secreta guardada para a final: o salto triplo loop de 1080º. Muitos julgavam que somente esta manobra de difícil execução poderia impedir a conquista da sul-coreana. Entretanto, algumas falhas em saltos mais simples acabaram anulando suas chances de chegar ao ouro.

Também forte candidata a tirar o ouro de Kim, a carismática Joannie Rochette foi aplaudida de pé desde o momento em que começou a deslizar pista de gelo. A expectativa de mais um ouro para o Canadá, no entanto, foi frustrada logo no começo da prova, quando Rochette sofreu um leve escorregão. Nem mesmo uma coreografia inspirada e a vibração da torcida foram capazes para superar a formidável Yu-Na Kim.

Entenda a prova individual de patinação artística

No evento individual, os patinadores têm que cumprir um curto programa de no máximo 2min50 de passos, saltos, giros e combinações e outro mais longo e livre (de 4min no feminino e 4min30 no masculino).

O vencedor é eleito por juízes baseando-se em um painel técnico, que demonstra o nível de dificuldade dos movimentos e sua sintonia com a música.

Jogos Olímpicos de Inverno no Terra

O Terra transmite ao vivo a competição em 15 canais simultâneos de vídeo. Além disso, os usuários têm a possibilidade de assistir novamente a todo o conteúdo a qualquer momento. Todo o acesso é gratuito.

Uma equipe de 60 profissionais está encarregada de fazer a cobertura direto de Vancouver e dos estúdios do Terra, em São Paulo, no Brasil, com as últimas notícias, fotos, curiosidades, resultados e bastidores da competição.

A equipe conta com a participação do repórter especialista em esportes radicais Formiga - com 20 anos de experiência em modalidades de neve -, e o pentacampeão mundial de skate Sandro Dias, que comenta a competição em seu blog no Terra.

No celular
wap: wap.terra.com.br
Iphone e smartphones: m.terra.com.br/vancouver

Canadenses dão show na patinação ao som de Queen
Fonte: Terra

compartilhe

publicidade
publicidade