0

Adriana vence, quebra jejum de 44 anos no boxe e garante medalha

6 ago 2012
11h26
atualizado às 11h51
Ulisses Neto
Direto de Londres

Depois de 44 anos, o boxe brasileiro novamente pode comemorar a medalha de um atleta nos Jogos Olímpicos de Londres. Após Servílio de Oliveira levar o bronze na Cidade do México, em 1968, Adriana Araújo retornará ao País com, no mínimo, a mesma premiação. Nesta segunda-feira, a pugilista derrotou a marroquina Mahjouba Oubtil por 16 a 12 e garantiu um lugar na semifinal da divisão dos leves (até 60 kg) - como não há disputa pelo terceiro posto, a atleta subirá ao pódio mesmo com uma derrota no próximo combate, na próxima quarta-feira.

» Saiba tudo sobre os medalhistas do Brasil em Londres
» Veja como foram as conquistas dos brasileiros
» Veja mapa e conheça tudo sobre o Parque Olímpico de Londres
» Confira a programação de ao vivo do Terra
» Veja a agenda e resultados dos Jogos de Londres

Favorita para conseguir um lugar na semifinal, Adriana Araújo assumiu o controle do ringue durante os dois primeiros rounds. Atenta dentro do combate, postura diferente da qual assumiu na estreia, a pugilista, pupila de Luiz Dórea (ex-treinador de Popó e atual do campeão dos pesos pesados do UFC, Junior "Cigano" dos Santos), abriu três pontos de diferença ao se impor diante da adversária marroquina.

A grande vantagem nos dois primeiros rounds confortou (até demais) a boxeadora na parcial seguinte. Diferentemente da postura agressiva e extremamente eficiente, Adriana se retraiu e abdicou por muitas vezes de contra-atacar, apesar da guarda falha da africana. Sendo assim, a lutadora marroquina conseguiu marcar 3 a 2 e diminuir a desvantagem para apenas dois pontos, pressionando a favorita brasileira no round final.

Na quarta parcial, Adriana voltou a se soltar. Mais agressiva, porém, sofreu com a postura de Oubtil, que encontrou a distância e encaixou o jogo nos minutos finais. Bem na guarda e na movimentação, a brasileira conseguiu escapar da blitz armada pela rival e assegurar o resultado positivo, que garantiu a primeira medalha do País no boxe desde 1968.

Olimpíada ao vivo no Terra
O Terra, maior empresa de internet da América Latina, transmite ao vivo e em alta definição (HD) todas as modalidades dos Jogos Olímpicos de Londres. Com reportagens especiais e acompanhamento do dia a dia dos atletas, a cobertura conta com textos,vídeos,, fotos participação do internautae repercussão no Facebook.Siga também a cobertura no Twitter e participe com a hashtag: #TerraLondres2012

Adriana controlou o combate e garantiu a 1ª medalha brasileira no boxe desde 1968
Adriana controlou o combate e garantiu a 1ª medalha brasileira no boxe desde 1968
Foto: Reuters
Fonte: Terra

compartilhe

publicidade
publicidade