0

Após sumiço de malas, primeira brasileira chega à Vila Olímpica

17 jul 2012
05h21
atualizado às 14h58
  • separator
Allan Farina
Direto de Londres

Na madrugada de segunda para terça-feita no Reino Unido, a Vila Olímpica de Londres recebeu a primeira atleta brasileira. A canoísta Ana Sátila, 16 anos, mais jovem esportista do Brasil, chegou ao alojamento dos competidores às 2h da manhã (horário local) e se instalou no quarto que ocupará enquanto se prepara para disputar os Jogos. A atleta teve que superar, inclusive, o desaparecimento de suas malas, que foram encontradas pela manhã e entregues na Vila Olímpica.

» Saiba como assistir à Olimpíada no Terra
» Coloque as notícias sobre a Olimpíada no seu site
» Brigas e dramas: relembre grandes momentos olímpicos
» Saiba todos os detalhes dos atletas brasileiros que estarão em Londres

"Chegamos hoje à noite e já vai ter treino agora de manhã. Já fui direto dormir para descansar um pouco porque a viagem é bem longa. Hoje vou tentar aproveitar mais um pouquinho da Vila", afirmou a atleta, considerando a viagem longa mesmo vindo de Parma, na Itália, onde treinava para os Jogos. Sátila já tem treino às 10h da manhã (horário local).

O local onde ficarão as delegações que irão aos Jogos Olímpicos do Reino Unido abriu as suas portas na manhã de segunda-feira para receber os primeiros esportistas. Os "estreantes" no local foram atletas da vela dos Estados Unidos e da canoagem da Itália. Na Vila, já é possível notar diversas bandeiras de países diferentes, como Bélgica, México, Sérvia, Suíça, Coréia do Sul. E em breve ganhará uma do Brasil.

"A gente já trouxe uma bandeira do Brasil, daqui uns dias a gente coloca no prédio para saberem que o Brasil está ali", disse Ana Sátila, que se mostrou feliz por ser a mais jovem esportista brasileira nos Jogos. "É um gosto de superação. Estou muito feliz por ter chegado até aqui. Acho que mereci por todo o trabalho que fiz. Espero conseguir cada vez mais melhores resultados. É um lugar espetacular com certeza", contou.

Para os próximos dias, é esperado que mais atletas comecem a se instalar no local, que conta com uma estrutura completa para deixá-los "em casa". Além do dormitório de cada um, há áreas públicas para entretenimento dos esportistas. Mesmo sem conhecer a Vila totalmente, a estreante brasileira no local elogiou bastante a estrutura.

"Gostei de tudo. O cobertor (com temas olímpicos), tudo é impecável, tudo muito lindo. Antes de chegar aqui eu já tinha visto algumas matérias. Por ser a primeira a chegar à Vila Olímpica, é até um pouco mais difícil. Sou a primeira a descobrir tudo. É bem melhor", disse.

Ana obteve sua vaga para a Olímpiada com um tempo de 106s92 obtido no Pan-Americano de canoagem, se classificando na K1. Ciente de sua nova idade, a atleta veio a Londres pensando também em ganhar experiência para os Jogos de 2016, que serão disputados no Rio de Janeiro. É o que explica o técnico da jovem, o italiano Ettore Ivaldi.

"Não é fácil. Ela é jovem, mas é bastante madura. Mas o importante aqui é que ela ganhe experiência. Estamos aqui para prepará-la para os Jogos de 2016, quando ela terá 20 anos. Temos um projeto muito grande para a canoagem slalom do Brasil. Estamos com 16 atletas em Foz do Iguaçu, e serão 18 ao fim do ano", explicou o treinador, que projeta uma semifinal como resultado ideal para a jovem.

Os prédios da Vila Olímpica são dividos em 11 blocos e somam 2.818 apartamentos, que receberão cerca de 16 mil atletas olímpicos, 6 mil paralímpicos e mil árbitros.

Olimpíada ao vivo no Terra

O Terra, maior empresa de internet da América Latina, transmitirá ao vivo e em alta definição (HD) todas as modalidades dos Jogos Olímpicos de Londres, de 27 de julho e 12 de agosto de 2012. Com reportagens especiais e acompanhamento do dia a dia dos atletas, a cobertura conta com textos, vídeos, fotos, debates, participação do internauta e repercussão nas redes sociais.

Veja também:

Veja os maiores campeões das ligas nacionais por país
Fonte: Terra
publicidade