1 evento ao vivo

Brasil inicia 12ª busca de ouro olímpico com time de R$ 600 mi

26 jul 2012
05h33
atualizado às 07h52
Fábio de Mello Castanho
Direto de Cardiff

A obsessão brasileira pelo ouro olímpico no futebol inicia um novo capítulo de sua história nesta quinta-feira, quando a Seleção enfrenta o Egito, às 15h45 (de Brasília), no Estádio Millenium, em Cardiff. Será a 12ª tentativa pela medalha dourada, desta vez tendo como esperança um time de jogadores com alto valor de mercado.

» Saiba como estão os ídolos da Seleção de bronze de 1996
» Escolha a atleta mais bela dos Jogos Olímpicos de Londres 2012
» Saiba todos os detalhes dos atletas brasileiros que estarão em Londres

Com base em levantamento da empresa de consultoria Pluri e os valores de propostas e transferências nos últimos meses, o time titular que enfrentará os egípcios vale 244 milhões de euros (cerca de R$ 600 milhões). Só neste último mês, Oscar deixou o Internacional após pagamento de 25 milhões de euros do Chelsea e Thiago Silva trocou Milan por PSG com o valor de 42 milhões de euros. Lucas, Hulk e Leandro Damião também são negociados por altas cifras enquanto se concentram para o torneio.

A alta procura pelos jogadores olímpicos brasileiros e a crescente valorização refletem na visão de que o Brasil inicia os Jogos como favorito. Espanha, México e Uruguai também são destacados por comentaristas, mas as casas de apostas inglesas e a revista Sports Illustrated , em sua tradicional previsão de medalhas, não tem dúvidas de apontar o time de Mano como maior força.

Não à toa, Mano passou grande parte da preparação olímpica tentando frear o entusiasmo. "Tradicionalmente o Brasil sempre esteve entre os apontados como favoritos. Já perdemos e ganhamos como favoritos. Isto não é mais importante", disse o treinador, que terá o segundo grande torneio como técnico da Seleção. No primeiro, a Copa América, fracassou com uma eliminação nas quartas.

Neste quadro, a participação brasileira nos Jogos Olímpicos de Londres é fundamental para o andamento do trabalho de Mano. Cobrado por resultados pelo presidente da CBF, José Maria Marin, o treinador não tem a mesma segurança de outrora no cargo e, apesar dos elogios públicos do chefe, pode perder o emprego em caso de fiasco.

A pressão em Mano é ainda maior pela importância dada pelo brasileiro a uma inédita medalha olímpica. Dos países que vão à Olimpíada, apenas outros três, Uruguai, Honduras e Bielorrússia, também serão treinados por técnicos da seleção principal. "A cobrança é proporcional a quem ocupa esse cargo", minimiza.

Time quase ideal

Durante os 15 dias de preparação para os Jogos de Londres, Mano Menezes conseguiu dar ritmo e afiar o time que considerava ideal antes mesmo do início do treino. Assim, convicto sobre qual a melhor escalação, o técnico deixou Ganso e Lucas no banco de reservas, depositou a confiança em Oscar e Hulk e trocou Danilo por Rafael Silva na lateral direita.

O time não vai ser exatamente igual ao planejado por causa de uma contusão do goleiro Rafael. O santista machucou o cotovelo a três dias da estreia e teve de ser cortado. Neto, seu substituto, fará sua estreia pela Seleção e pouco jogou na Fiorentina neste último ano. Preocupação de última hora para o treinador.

Força africana

O Egito chega à Olimpíada apontado como uma possível zebra no torneio do futebol. Com a mesma base que empatou com o Brasil no Mundial Sub-20 de 2011 - nove jogadores iguais -, a seleção tem um jogo rápido, de toque de bola, que pode provocar problemas à Seleção Brasileira. O experiente Aboutrika é o nome mais conhecido da seleção.

O técnico Hany Ramzy coloca o Brasil como favorito e acredita que os egípcios precisam de atenção total. "O Brasil não é só o Neymar. Não podemos falar só dele. Tem muitas estrelas no time. Ele com certeza é muito especial, mas não podemos concentrar em um só jogador", completou.

FICHA TÉCNICABRASIL X EGITO

Local: Millenium Stadium, em Cardiff (País de Galles)
Data: 26 de julho de 2012 (quinta-feira)
Horário: 15h45 (de Brasília)
Árbitro: Gianluca ROCCHI (Itália)

Brasil: Neto; Rafael, Thiago Silva, Juan e Marcelo; Sandro e Rômulo; Hulk, Oscar e Neymar; Leandro Damião
Técnico: Mano Menezes

Egito: Elshenawi; Alaa Eldin, Aly Fathy, Omar Gaber e Hegazi; Ahmed Fathi, Ahmed e Aboutrika; Mohsen, Emad Meteab e Salah
Técnico: Hany Ramzy

Olimpíada ao vivo no Terra
O Terra , maior empresa de internet da América Latina, ao vivo e em alta definição (HD) todas as modalidades dos Jogos Olímpicos de Londres. Com reportagens especiais e acompanhamento do dia a dia dos atletas , a cobertura conta com textos, vídeos, , fotos participação do internauta e repercussão no Facebook .Siga também a cobertura no Twitter e participe com a hashtag: #TerraLondres2012


Treinador Mano Menezes tem pela frente um grande desafio em seu segundo torneio à frente da Seleção
Treinador Mano Menezes tem pela frente um grande desafio em seu segundo torneio à frente da Seleção
Foto: Ricardo Matsukawa / Terra
Terra

compartilhe

publicidade
publicidade