0

Brasil leva virada, cai contra os EUA e perde invencibilidade

2 ago 2012
18h07
atualizado às 19h43
Celso Paiva
Direto de Londres

A Seleção Brasileira masculina de vôlei até saiu na frente nesta quinta-feira, no Earls Court, mas não conseguiu segurar o time dos Estados Unidos, levou a virada e perdeu a chance de liderar o Grupo B dos Jogos Olímpicos de Londres. O time liderado pelo técnico Bernardinho fez um grande primeiro set, mas caiu de produção nas parciais seguintes e viu os americanos aplicarem a virada, com placar final de 3 a 1. As parciais foram de 23/25, 27/25, 25/19 e 25/17.

» Brigas e dramas: relembre grandes momentos olímpicos
» Saiba todos os detalhes dos atletas brasileiros que estarão em Londres
» Escolha a atleta mais bela dos Jogos Olímpicos de Londres 2012

Foi a primeira derrota do Brasil na modalidade nos Jogos Olímpicos de 2012. Antes, a Seleção havia derrotado Rússia e Tunísia, ambas por 3 a 0, e disputava a liderança da chave contra os americanos, que continuam com 100% de aproveitamento e agora lideram o Grupo B de forma isolada. Nem a presença do tetracampeão Carlos Alberto Parreira, técnico vencedor da Copa do Mundo de 1994 no futebol, ajudou a empurrar os brasileiros do vôlei à vitória.

O primeiro set foi equilibrado, com o Brasil buscando ataques com Murilo, e os Estados Unidos respondendo com Richard Lambourne. A igualdade permnaneceu até o meio do período, quando os EUA abriram dois pontos com David Lee e pareciam que iam embalar. Mas, no fim, a entrada de Leandro Vissotto fez a diferença no serviço da Seleção, que virou e fechou em 25/23.

Na segunda etapa, o Brasil encarou dificuldades desde o início. Graças a jogadas de Mattew Anderson, os americanos tomaram a dianteira e abriram cinco pontos de vantagem, diferença que dificilmente seria tirada devido ao equilíbrio do confronto. Contudo, Dante surgiu inspirado e comandou a reação verde e amarela, mas não foi o bastante. Nem um erro da arbitragem a favor dos brasileiros impediu a vitória dos EUA por 27 a 25.

Embalado com o triunfo, os Estados Unidos pareciam ter todo o controle do duelo nas mãos. William Priddy e Matthew Anderson comandaram o início do terceiro set, e ao lado de saques potentes de Clayton Stanley ajudaram o time americano a dominar o Brasil e se distanciar no placar. No fim, 25 a 19 para os EUA.

Acuado na partida, o Brasil era presa fácil dos poderosos serviços americanos. Mas Dante esbanjava vontade e brigava o jogo todo, mas Bruninho não conseguiu alguns bloqueios em bolas rivais e os EUA mais uma vez se viam na frente de um set. A Seleção desanimou, Bernardinho tentou trocar de levantador mandando Ricardinho à quadra, mas nada parecia adiantar: os americanos fecharam em 25/17.

Como o Brasil agora se distanciou da liderança do grupo, o provável rival na próxima fase será a Itália, de acordo com a combinação de resultados que pode ocorrer. Caso a Seleção consiga recuperar o topo dos americanos - o que ficou mais difícil com o revés -, provavelmente o adversário das quartas seria a Agentina.

O Brasil volta a atuar no próximo sábado, quando terá pela frente o time da Sérvia. Depois, a Seleção encerra sua participação na primeira fase em duelo contra a Alemanha, na segunda-feira. Já os EUA ainda encaram Rússia e Tunísia em busca de confirmar o primeiro lugar do Grupo B.

Olimpíada ao vivo no Terra
O Terra, maior empresa de internet da América Latina, transmite ao vivo e em alta definição (HD) todas as modalidades dos Jogos Olímpicos de Londres. Com reportagens especiais e acompanhamento do dia a dia dos atletas, a cobertura conta com textos,vídeos,, fotos participação do internautae repercussão no Facebook.Siga também a cobertura no Twitter e participe com a hashtag: #TerraLondres2012

Americanos comemoram vitória contra o Brasil nesta quinta-feira
Americanos comemoram vitória contra o Brasil nesta quinta-feira
Foto: Getty Images
Fonte: Terra
publicidade