0

Britânicos pedem desculpas após tocarem hino do Apartheid no hóquei

6 jun 2012
10h32
  • separator

A seleção de hóquei feminina da África do Sul passou por um situação constrangedora na partida contra a Grã-Bretanham, realizada nesta terça-feira, pela London Cup. A organização do evento tocou o hino do Apartheid antes da partida, ao invés do hino nacional.

» Brigas e dramas: relembre grandes momentos olímpicos
» Beckham ou Neymar? Vote em quem brilhará mais nos Jogos de Londres

A chefe-executiva da Associção Sul-Africana de Hóquei, Marissa Langeni, enviou uma carta aos organizadores do torneio, demonstrando sua indignação com o erro. Ela ainda afirmou que foi uma experiência muito constrangedora e desconfortável, não apenas para as atletas, mas para todo o país.

A Federação de Hóquei da Grã-Bretanha se apressou para emitir um comunicado se desculpando pelo erro. Sally Munday, chefe-executiva da Grã-Bretanha, disse que, apesar de ser um erro dos organizadores do evento, o procedimento padrão de verificar os hinos deveria ter sido feito com antecedência, e que a Federação de Hóquei da Grã-Bretanha assume total responsabilidade.

Apesar do momento constrangedor, a África do Sul conseguiu vencer os anfitriões por 3 a 1.

Londres 2012 no Terra

O Terra, maior empresa de internet da América Latina, transmitirá ao vivo e em alta definição (HD) todas as modalidades dos Jogos Olímpicos de Londres, que serão realizados entre os dias 27 de julho e 12 de agosto de 2012. Com reportagens especiais e acompanhamento do dia a dia dos atletas, a cobertura contará com textos, vídeos, fotos, debates, participação do internauta e repercussão nas redes sociais.

Mesmo constrangida, África do Sul venceu a Grã-Bretanha e conquistou a London Cup
Mesmo constrangida, África do Sul venceu a Grã-Bretanha e conquistou a London Cup
Foto: AP

Veja também:

Final do Paulistão e início do Brasileiro são os destaques do fim de semana
Fonte: Terra
publicidade