0

Cielo admite superioridade de australianos nos 100 m nado livre

20 jun 2012
08h02
atualizado em 21/6/2012 às 10h50
Allan Brito
Murilo Aquino
Direto de São Paulo

No início de julho, o quatro vezes medalhista de ouro olímpico (duas nos 50 m e duas nos 100 m estilo livre) Alexander Popov, da Rússia, afirmou que não acredita que Cesar Cielo seja páreo para australianos como James Magnussen na prova dos 100 m nado livre. O brasileiro recordista mundial na distância afirmou, em entrevista coletiva na terça-feira, que concorda com o ídolo.

» Escolha a atleta mais bela dos Jogos Olímpicos de Londres 2012
» Brigas e dramas: relembre grandes momentos olímpicos
» Saiba todos os detalhes dos atletas brasileiros que estarão em Londres

Cielo abordou o favoritismo da Austrália nos 100 m em contraponto ao desempenho dos brasileiros na distância mais curta. Para o campeão olímpico, os 50 m devem ser definidos entre os donos das três melhores marcas no ano, sendo que dois deles são do Brasil.

"Esse ano, tem sete caras na minha frente nos 100 m", comentou Cielo, que detém o sexto tempo da temporada, com 48s28 - James Magnussen e James Roberts, ambos da Austrália, são os melhores nadadores de 2012 na distância, com 47s10 e 47s63, respectivamente. "Os australianos são os melhores dos 100 m livre e os brasileiros, nos 50 m."

Apesar colocar o Brasil como país dos melhores atletas, Cielo admite que Magnussen pode batê-lo também em sua principal prova. "Acho que nos 50 m livre, qualquer um pode acordar iluminado e fazer a diferença. Os três primeiros são os favoritos", disse. Cielo tem a melhor marca no ano, com 21s38, seguido por seu compatriota Bruno Fratus, com 21s70, e pelo jovem australiano, com 21s74.

No último sábado, Cielo caiu na semifinal dos 100 m no Trofeo Sette Colli, em Roma (ITA), classificando-se apenas à final B, na qual fez o tempo de 49s07 (que lhe garantiria a prata se competisse a decisão A). Nos 50 m, o brasileiro foi o medalhista de ouro com 22s17. As duas marcas foram bastante aquém do que o atleta prevê para os Jogos de Londres.

"Na Itália, estávamos testando um momento muito difícil de treinamento e muitas vezes as vitórias acabam nos cegando. Do mesmo jeito que eu nadei os 100 m relativamente mal, não achei tão ruim. Acho que o tempo era basicamente o que eu estava esperando", adiantou.

Para o brasileiro, resta aprender com os equívocos para chegar em plena forma a Londres. "Os 22s nos 50 m livre, apesar da vitória, foi uma prova bem pobre. Acabei cometendo erros que há anos eu não cometia. Mas, ao mesmo tempo, deu aquela sensação de que era a hora permitida (para errar). Não que eu goste de errar, mas se tivesse que errar, que fosse longe da Olimpíada. Levo esses erros para não fazer de jeito nenhum na Olimpíada."

Londres 2012 no Terra

O Terra, maior empresa de internet da América Latina, transmitirá ao vivo e em alta definição (HD) todas as modalidades dos Jogos Olímpicos de Londres, que serão realizados entre os dias 27 de julho e 12 de agosto de 2012. Com reportagens especiais e acompanhamento do dia a dia dos atletas, a cobertura contará com textos, vídeos, fotos, debates, participação do internauta e repercussão nas redes sociais.

Cesar Cielo acredita que brasileiros são favoritos nos 50 m estilo livre
Cesar Cielo acredita que brasileiros são favoritos nos 50 m estilo livre
Foto: Edson Lopes Jr. / Terra
Fonte: Terra
publicidade