0

Com boxe e futebol, agência prevê oito ouros para Brasil em Londres

25 jul 2012
13h53
atualizado às 14h09

Segundo as previsões da agência Infostrada, o Brasil deve quebrar o seu recorde de ouros e de medalhas totais em uma única edição dos Jogos Olímpicos. As projeções colocam o País em 12º no ranking de medalhas, à frente de nações como Canadá e Cuba, com nove de ouro e 16 no total.

» Terra transmite ao vivo 6 jogos de futebol no 1º dia da Olimpíada
» Veja e vote nas atletas que brigam para entrar na lista das mais belas
» Saiba como assistir à Olimpíada no Terra
» Coloque as notícias sobre a Olimpíada no seu site
» Veja a agenda completa para os Jogos de Londres

Entre as apostas de medalhas de ouro se destacam o boxe, com Everton Lopes, atual campeão mundial no peso meio-médio-ligeiro, e o tão sonhado ouro olímpico do futebol masculino. As outras seis "medalhas" previstas pela agência holandesa focada em estatísticas do esporte, e publicada em sites como o USA Today e o Daily Telegraph, são do vôlei masculino, vôlei de praia masculino (Alison/Emanuel) e feminino (Juliana/Larissa), iatismo com a dupla Robert Scheidt e Bruno Prada na classe Star, natação com Cesar Cielo nos 50 m livre e do atletismo com Fabiana Murer no salto com vara.

Apesar de não contar com ouros, a maior esperança de medalhas em Londres fica com o judô, que conta com quatro atletas no "pódio virtual". Leandro Guilheiro com a prata na categoria até 81 kg no masculino, Sarah Menezes (prata até 48 kg), Mayra Aguiar (bronze até 78 kg) e Rafaela Silva (bronze até 57 kg).

As outras medalhas foram projetadas para o ginasta Arthur Zanetti, prata nas argolas; o boxeador Esquiva Falcão, bronze no peso médio; e outra para César Cielo, bronze nos 50 m livre.

A projeção de 16 medalhas supera inclusive as expectativas do COB, que faz as contas de 15 medalhas em Londres, o mesmo número do recorde do país, em Atlanta 1996 e Pequim 2008. Na história, o maior número de medalhas de ouro do Brasil em uma única edição dos Jogos Olímpicos foi de cinco, em Atenas 2004.

No ranking virtual, os Estados Unidos voltaram ao topo olímpico, com 36 medalhas de ouro, contra 32 da China e 21 da Rússia. Mas no número de medalhas totais, a China fica com 85, contra 83 da Rússia e 82 dos EUA.

Veja as medalhas projetadas para o Brasil em Londres pelo Infostrada:

Ouro
Vôlei masculino
Vôlei de Praia masculino (Alison/Emanuel) e feminino (Juliana/Larissa)
Boxe masculino (Everton Lopes - peso meio-médio-ligeiro)
Iatismo (Robert Scheidt/Bruno Prada - classe Star)
Futebol masculino
Natação masculino (Cesar Cielo - 50 m livres)
Atletismo feminino (Fabiana Murer - salto com vara)

Prata
Ginástica masculina (Arthur Zanetti - argolas)
Judô masculino (Leandro Guilheiro - até 81 kg) e feminino (Sarah Menezes - até 48 kg)
Vôlei feminino

Bronze
Judô feminino (Mayra Aguiar - até 78 Kg; Rafaela Silva - até 57 kg)
Natação masculino (Cesar Cielo - 100 m livres)
Boxe masculino (Esquiva Falcão - peso médio)

Olimpíada ao vivo no Terra
O Terra, maior empresa de internet da América Latina, transmitirá ao vivo e em alta definição (HD) todas as modalidades dos Jogos Olímpicos de Londres, de 25 de julho e 12 de agosto de 2012. Com reportagens especiais e acompanhamento do dia a dia dos atletas, a cobertura conta com textos, vídeos, fotos, debates, participação do internauta e repercussão nas redes sociais

Bronze no Pan e ouro no Mundial no peso meio-médio-ligeiro, Everton Lopes é colocado como favorito pelo ouro em Londres
Bronze no Pan e ouro no Mundial no peso meio-médio-ligeiro, Everton Lopes é colocado como favorito pelo ouro em Londres
Foto: Ivan Pacheco / Terra
Fonte: Terra

compartilhe

publicidade