0

Judô termina com força russa, fracasso do Japão e líderes vencidos

3 ago 2012
21h43
Allan Farina
Direto de Londres

O judô da Olimpíada de Londres encerrou suas disputas na sexta-feira com a impressão de que ser o melhor atleta da atualidade pode não ser bom negócio. Entre os 14 líderes do ranking mundial, somente três deixaram a competição com medalha. Além disso, o Japão, país mais tradicional da modalidade, teve seu pior desempenho desde os Jogos de Seul (1988), vencendo apenas um ouro.

» Escolha o esporte e assista aos vídeos da Olimpíada de Londres
» Saiba tudo sobre os medalhistas do Brasil em Londres
» Veja como foram as conquistas dos brasileiros
» Veja mapa e conheça tudo sobre o Parque Olímpico de Londres
» Confira a programação de ao vivo do Terra
» Veja a agenda e resultados dos Jogos de Londres

Quem aprovou essas surpresas foi a Rússia. O país, que deixou os Jogos de Pequim sem medalhas, terminou Londres com a melhor campanha: três ouros, uma prata e um bronze. O sucesso fez com que até mesmo o presidente Vladimir Putin prestigiasse a final do peso meio-pesado, conquistada pelo russo Tagir Khaibulaev.

A presença do líder não é exclusividade da Olimpíada. Faixa-preta, Putin já escreveu livros sobre judô e treinou com a seleção antes dos Jogos. O presidente teria até interferido diretamente no desenvolvimento da equipe após os resultados ruins de Pequim.

Se os tropeços em 2008 foram lição para a Rússia, talvez o fracasso em Londres funcione como estímulo para o Japão. Foram sete medalhas (um ouro, três pratas e três bronzes), o quarto lugar geral. A decepção com o desempenho foi tão grande que as entrevistas dos medalhistas foram invadidas por perguntas da imprensa nipônica em relação à performance do país. Até mesmo a reportagem do Terra foi abordada por uma televisão japonesa para dar seu parecer.

"Eu não posso dizer muito sobre o time japonês. Sei que treinamos com eles e possuem ótimos judocas, que sabem bem a técnica. Obviamente nessa semana os resultados foram diferentes, mas se encontrarmos os japoneses numa próxima competição, o que posso dizer é que temos grandes competidores", disse o campeão dos pesados Teddy Riner, visivelmente desconfortável com a pergunta.

Coube a Kaori Matsumoto salvar o Japão do fracasso completo. Líder da categoria até 57 kg, a judoca também ajudou a aliviar a situação dos primeiros colocados do ranking internacional. Além da japonesa, somente o francês Riner e a compatriota Lucie Decosse foram os líderes que saíram com ouro. Prova de que estar visado é algo que pode atrapalhar.

Olimpíada ao vivo no Terra
O Terra, maior empresa de internet da América Latina, transmite ao vivo e em alta definição (HD) todas as modalidades dos Jogos Olímpicos de Londres. Com reportagens especiais e acompanhamento do dia a dia dos atletas, a cobertura conta com textos,vídeos,fotos, e participação do internautae repercussão no Facebook.Siga também a cobertura no Twitter e participe com a hashtag: #TerraLondres2012

Ótimo desempenho da Rússia no judô encantou o presidente do país Vladimir Putin
Ótimo desempenho da Rússia no judô encantou o presidente do país Vladimir Putin
Foto: Getty Images
Fonte: Terra

compartilhe

publicidade