0

Manchester prevê "caos" com convocação olímpica e Ferguson esbraveja

23 abr 2012
12h41
atualizado às 12h44

O técnico do Manchester United, sir Alex Ferguson, mostra preocupação com os efeitos dos Jogos Olímpicos de Londres sobre sua equipe. De acordo com o site Sky Sports, o comandante acredita que a preparação do time para a temporada 2012/13 tem chance de se tornar um "caos total", em razão dos atletas que podem integrar a seleção britânica e outras representações na Olimpíada.

» Ronaldinho? Júlio César? Escolha quem você levaria para a Olimpíada
» Veja quais são os brasileiros classificados para Londres

Segundo o veículo, Ferguson disse que é "ridículo" o fato de jogadores importantes como Wayne Rooney e Ryan Giggs desfalcarem o time. O Manchester United pode ter até 12 atletas envolvidos na competição de futebol olímpica, que começa em 25 de julho, menos de um mês antes do início do Campeonato Inglês. Conforme informa o Sky Sports, além dos pré-selecionados por Stuart Pearce para a seleção britânica, Javier Hernandez pode defender o México e David de Gea a Espanha.

O treinador do United acrescentou que não tem ideia de quanto os outros times ingleses serão afetados pela Olimpíada. Mesmo assim, Ferguson citou o Tottenham, que em sua visão pode contribuir com alguns atletas para a seleção do Reino Unido, e o Aston Villa, que, segundo destacou, tem muitos jogadores jovens.

A Federação Inglesa (FA, na sigla em inglês) reiterou que nenhum jogador selecionado para a Eurocopa deste ano será chamado para os Jogos Olímpicos de Londres. A competição será realizada na Polônia e na Ucrânia, entre 8 de junho e 1º de julho.

Londres 2012 no Terra

O Terra, maior empresa de internet da América Latina, transmitirá ao vivo e em alta definição (HD) todas as modalidades dos Jogos Olímpicos de Londres, que serão realizados entre os dias 27 de julho e 12 de agosto de 2012. Com reportagens especiais e acompanhamento do dia a dia dos atletas, a cobertura contará com textos, vídeos, fotos, debates, participação do internauta e repercussão nas redes sociais.

Fonte: Terra
publicidade