0

Ministro pede à PF que investigue ofensas racistas a Rafaela Silva

31 jul 2012
11h28
atualizado às 12h00
Daniel Favero
Direto de Porto Alegre

O ministro do Esporte, Aldo Rebelo, disse, nesta terça-feira, em Londres que vai pedir à Polícia Federal que investigue ofensas racistas proferidas por usuários do Twitter contra a judoca brasileira Rafaela Silva, após sua desclassificação na luta contra a húngara Hedvig Karakas pelos Jogos Olímpicos de Londres. Segundo a assessoria do ministro, ele pediu que a PF entre na história para identificar o IP dos autores das ofensas, já que se trata de um crime.

» Terra disponibiliza vídeos em 3D dos Jogos Olímpicos de Londres
» Saiba tudo sobre os medalhistas do Brasil em Londres
» Veja como foram as conquistas dos brasileiros
» Veja mapa e conheça tudo sobre o Parque Olímpico de Londres
» Confira a programação de ao vivo do Terra
» Veja a agenda e resultados dos Jogos de Londres

Rafaela foi eliminada após agarrar as pernas da rival, o que, segundo as novas regras do judô, não é mais permitido. Na tarde de ontem ela se irritou com as mensagens recebidas pelo microblog, entre elas as de cunho racista. O Ministério do Esporte em Brasília ainda não recebeu ordens para que encaminhe um pedido de investigação para as autoridades competentes, isso deve ocorrer proximamente, por se tratar de um pedido do ministro, segundo afirma sua assessoria.

Em Londres, a técnica Rosicléia Campos defendeu a atleta. "Chamaram de macaca, que tinha que ir para jaula. Que país é esse que a cor de pele justifica um ato assim?", disse a treinadora a jornalistas, mostrando no celular uma mensagem com xingamentos racistas feitos à judoca no Twitter.

Críticas
Entre as outras críticas que recebeu, uma internauta indignada reclamou com a atleta: "cara, que vexame. Não te ensinaram a jogar limpo? Mais uma que foi para fazer o Brasil passar vergonha e chorar", escreveu @Dri_Caldeira. Irritada, Rafaela respondeu: "e quem é você pra falar de mim? Outra que não tem o que fazer fica e aqui tomando conta da vida dos outros".

Entre as principais acusações, a internauta chamou a atleta de "desonesta" e disse que "faltou espírito olímpico": "é dinheiro do povo que te manda pra Londres, emporcalhar o nome do País!! Chega de desonesto no país!!", continuou a tuiteira.

À tuiteira @FaladeSolteira, que chamou de "burrice" ser eliminada por um golpe ilegal, Rafaela escreve: "perdi sim, sou humana como todos, errei e sei que tenho capacidade de chegar e conquistar uma vaga pra 2016", disse, entre palavrões.

"Já não tem mais o que fazer e fica falando m... por aí. Tenha capacidade e conquiste uma vaga nas Olimpíadas. Depois a gente conversa. Vá caçar o que fazer ao invés de ficar com inveja dos outros e falando besteira. Vai lavar uma louça", respondeu Rafaela, irritada.

"Como ela foi eliminada, está cheia de tempo pra encher o saco e chorar as pitangas, a gente conversa em 2016. Até lá, vá fazer a mala pra voltar pra casa", ironizou @FaladeSolteira, que em resposta, recebeu mais alguns xingamentos e a resposta: "tô bem de boa aqui curtindo Londres. Sei que tenho potencial, não vou discutir com uma m... como você, babaca", disse a judoca.

Olimpíada ao vivo no Terra
O Terra, maior empresa de internet da América Latina, transmite ao vivo e em alta definição (HD) todas as modalidades dos Jogos Olímpicos de Londres. Com reportagens especiais e acompanhamento do dia a dia dos atletas, a cobertura conta com textos,vídeos,fotos, e participação do internautae repercussão no Facebook.Siga também a cobertura no Twitter e participe com a hashtag: #TerraLondres2012

Rafaela foi eliminada dos Jogos de Londres
Rafaela foi eliminada dos Jogos de Londres
Foto: Reuters
Fonte: Terra
publicidade