1 evento ao vivo

Pai de arqueira australiana é acusado de bullying contra rival

29 mar 2012
09h14

Para normalizar o processo de seleção para a equipe nacional feminina australiana do tiro com arco, a confederação nacional da modalidade precisou intervir em um caso de bullying por parte de um pai de atleta, que estaria prejudicando uma outra concorrente. Jim Barnard, pai da arqueira Elisa, está proibido de se aproximar por menos de 200 m de Odette Snazelle, de 17 anos.

» Ronaldinho? Júlio César? Escolha quem você levaria para a Olimpíada
» Vote e eleja a mais bela atleta do Mundial Indoor de Istambul

Segundo o jornal britânico The Guardian, as duas atletas são as principais concorrentes por uma vaga no trio que irá às próximas três etapas da Copa do Mundo de tiro com arco, incluindo a final em Utah, nos Estados Unidos, que acontece em junho. Os resultados nos EUA irão determinar quais arqueiras representarão a Austrália nos Jogos Olímpicos de Londres.

O mandatário da confederação de tiro com arco da Austrália, Jim Larven, afirmou que a principal preocupação se dá por conta da pressão que o bullying coloca não só nas duas atletas, mas em todos os membros da equipe. Larven disse que está tentando manter o controle da situação e não deixará o fato interferir nas competições.

Jim Barnard deve comparecer ao tribunal no dia 20 de maio para nova audiência, mas até lá o Comitê Olímpico Australiano está monitorando o caso.

A Austrália deve classificar apenas uma arqueira para os Jogos Olímpicos de Londres, embora haja uma pequena chance de obter uma cota para três competidoras no evento por equipes.

Londres 2012 no Terra

O Terra, maior empresa de internet da América Latina, transmitirá ao vivo e em alta definição (HD) todas as modalidades dos Jogos Olímpicos de Londres, que serão realizados entre os dias 27 de julho e 12 de agosto de 2012. Com reportagens especiais e acompanhamento do dia a dia dos atletas, a cobertura contará com textos, vídeos, fotos, debates, participação do internauta e repercussão nas redes sociais.

Fonte: Terra
publicidade