1 evento ao vivo

Pistorius faz melhor tempo; brasileiro é desclassificado e chora

22 jan 2011
22h01
atualizado em 23/1/2011 às 00h42
  • separator
Anderson Giorge Regio
Direto de Christchurch (Nova Zelândia)

O sul-africano Oscar Pistorius confirmou o favoritismo e fez o melhor tempo nos 200 m, categoria T44 (amputados), em sua primeira participação na pista do Queen Elizabeth II, palco do Mundial Paraolímpico de Atletismo, em Christchurch, na Nova Zelândia.

Maior nome do esporte paraolímpico, Pistorius cravou neste domingo (horário local) a sua passagem em 22s52. Por sua vez, o americano Jerome Singleton, apontado como principal rival do sul-africano, ficou em segundo com a marca de 23s38.

O brasileiro Alan Fonteles, um dos grandes nomes da modalidade, foi desclassificado por ter queimado a largada na segunda bateria, mas o CPB (Comitê Paraolímpico Brasileiro) irá protestar contra a decisão. Após a prova, o atleta paraense não escondeu a decepção e as lágrimas.

"Ainda não caiu a ficha...Estava focado, a prótese acabou soltando. Eu meio que esqueci de levantar o braço e acabei saindo (antes)", disse Alan. "Dá para recuperar, mas fico triste e estaria tranquilamente na final dos 200 m", completou o atleta, que ainda disputará as provas dos 100 m e 4x100 m.

Mesmo após a eliminalação, Alan foi elogiado por Pistorius. "Ele é um grande competidor, é jovem e não pode ser subestimado. Ele é um dos que estão na briga e certamente vai estar no pódio", comentou o sul-africano. O outro brasileiro presente na prova foi André Luiz de Oliveira, mas o atleta paulista sentiu no meio da prova e não completou a distância. A final dos 200 m está marcada para a manhã de segunda-feira (horário local).

O jornalista viajou a convite do Comitê Paraolímpico Brasileiro

Alan não escondeu a decepção com desclassificação
Alan não escondeu a decepção com desclassificação
Foto: Anderson Giorge Regio / Terra

Veja também:

Editor do L! projeta clássico alemão que pode decidir o título da Bundesliga
Fonte: Terra
publicidade