0

"Bombardeado", Rogge se esquiva com piadas e elogia Rio

23 jul 2012
12h46
atualizado às 13h20
Leandro Miranda
Direto de Londres

O cenário da primeira entrevista em solo londrino do presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Jacques Rogge, se repetiu nesta segunda-feira. Assim como no sábado, o dirigente foi "bombardeado" com perguntas espinhosas sobre a segurança dos Jogos Olímpicos, mas se esquivou de todas elas com respostas curtas ou piadas irônicas. No final, sobrou até um elogio para a organização da Olimpíada do Rio de Janeiro 2016.

» Saiba como assistir à Olimpíada no Terra
» Coloque as notícias sobre a Olimpíada no seu site
» Veja os Jogos Olímpicos por outro ângulo em fotos panorâmicas
» Veja a agenda completa para os Jogos de Londres

Questionado sobre a imagem ruim que o excesso de tropas armadas nas ruas de Londres pode causar para os Jogos, Rogge foi evasivo. "Estamos acostumados com isso em qualquer evento esportivo grande. Eles vão agir só se for necessário, estão aqui em benefício do público, então não vejo isso como uma coisa negativa", disse.

Rogge também teve contestada uma declaração sua de que fazia parte da "classe trabalhadora" - apesar de andar com seguranças particulares, contar com um chofer e estar instalado em um hotel cinco estrelas em Londres. Mas reagiu com ironia quando questionado se os trabalhadores britânicos concordariam com essa visão. "Gostaria de convidá-los a passar um dia na Vila Olímpica, para que vejam como trabalhamos. Mas infelizmente não será possível, por causa da segurança", respondeu.

Apesar da insistência do presidente de responder laconicamente às perguntas sobre segurança, as indagações não pararam de ser feitas. A questão é vista no Reino Unido como principal ponto de preocupação na Olimpíada, depois que a empresa contratada G4S não conseguiu disponibilizar o número suficiente de guardas para a organização. A solução foi recorrer ao governo e recrutar soldados do exército para completar o contingente.

"Já falei muito sobre segurança nos últimos dois dias. A questão é bem simples: um problema foi identificado, medidas corretivas foram tomadas, e eles (G4S) vão pagar os custos extras dos soldados do governo. Agora, espero que falemos de esporte, dos atletas que estão chegando", declarou o belga.

Mesmo quando o assunto mudou, o tamanho das respostas do presidente do COI não aumentou. Questionado sobre a situação da organização dos Jogos do Rio de Janeiro, em 2016, cujo planejamento sofre com atrasos, Rogge foi novamente evasivo. "Já tivemos essa discussão com o governo e com a presidente (Dilma Rousseff) em Brasília. Há um cronograma, tempos de entrega, e estamos certos de que o Brasil entregará tudo a tempo", concluiu.

Olimpíada ao vivo no Terra
O Terra, maior empresa de internet da América Latina, transmitirá ao vivo e em alta definição (HD) todas as modalidades dos Jogos Olímpicos de Londres, de 25 de julho e 12 de agosto de 2012. Com reportagens especiais e acompanhamento do dia a dia dos atletas, a cobertura conta com textos, vídeos, fotos, debates, participação do internauta e repercussão nas redes sociais.

Presidente do COI visitou Vila Olímpica nesta segunda-feira e aproveitou para jogar sinuca com atletas
Presidente do COI visitou Vila Olímpica nesta segunda-feira e aproveitou para jogar sinuca com atletas
Foto: AP
Fonte: Terra
publicidade