0

"Temos que entrar ligadas", diz Maria Elisa após susto contra australianas

2 ago 2012
16h24
atualizado às 17h19
Cirilo Junior
Direto de Londres

Passada a primeira fase do vôlei de praia nos Jogos Olímpicos de Londres, com três vitórias em três jogos, mas com alguns sustos, Maria Elisa e Talita já sabem que precisam entrar totalmente concentradas em quadra nos jogos de mata-mata, para não voltarem para casa mais cedo, perdendo a chance de conquistar uma medalha.

» Escolha o esporte e assista aos vídeos da Olimpíada de Londres
» Saiba tudo sobre os medalhistas do Brasil em Londres
» Veja como foram as conquistas dos brasileiros
» Veja mapa e conheça tudo sobre o Parque Olímpico de Londres
» Confira a programação de ao vivo do Terra
» Veja a agenda e resultados dos Jogos de Londres

Para elas, é preciso que o jogo da dupla seja imposto desde o início, diferentemente do que aconteceu na tarde desta quinta-feira, quando tiveram que virar a partida para cima das australianas Bawden e Palmer, depois de perderem o primeiro set. No final, a vitória por 2 sets a 1 (18/21, 21/16, 15/9) garantiu à dupla a primeira posição na chave E.

"Não podemos deixar que o outro time comece tão bem, temos que nos impor desde o início. Não podemos começar um set perdendo de 5 a 1, temos que entrar ligadas. Vai fazer diferença agora nessa nova fase", afirmou Maria Elisa.

Dos três jogos disputados na fase inicial da Olimpíada de Londres, Maria Elisa e Talita venceram dois no terceiro set, que serve para desempatar uma partida. Talita disse ver um lado bom nesses apertos que a dupla passou. Para ela, essas situações servem como um alerta para o restante da competição, especialmente a partir de agora, em que uma derrota nos dois próximos jogos significa a eliminação do torneio. As próximas oponentes da dupla ainda serão definidas em sorteio.

"Eu acho que os dois jogos nos quais acabamos jogando o terceiro set fizeram com que nosso time passasse por situações de pressão. A gente já vai se preparando para não deixar essas coisas acontecerem. Daqui para frente, isso não pode mais se repetir, aconteceu na hora que podia, colocou nosso time em alerta para isso", observou a atleta.

Em relação ao jogo desta quinta-feira, Talita exaltou o desempenho das adversárias, mas explicou que ela e Maria Elisa erraram muitos saques no início, facilitando a vida das australianas. Conforme descreveu, entraram em quadra de "guarda baixa".

"Demoramos um pouquinho para fazer boas sequências, nosso saque encaixou depois. A Maria foi espetacular no saque hoje (quinta-feira). Isso fez a diferença depois, quando a gente imprimiu um outro ritmo no jogo, e fez com que as australianas também tivessem que virar a bola. Elas estavam só pressionando a gente e não tinham nem a pressão de virar bola, já que a gente estava errando muito", comentou.

Foi justamente o saque o fundamento citado por Maria Elisa no qual a dupla deve melhorar o desempenho na próxima fase. Ainda assim, a dupla conseguiu se impor nessa primeira fase, avaliou a atleta. Ela ponderou que o grupo em que caíram não era dos mais fáceis da competição feminina.

Assim, a jogadora brasileira lembrou da necessidade de entrar atacando nos jogos, sem deixar que as adversárias ganhem confiança. "É muito importante para jogar uma Olimpíada. Se você não ataca, você é atacado. Agora é pensar que temos que manter isso, fazer até um pouco melhor", concluiu.

Olimpíada ao vivo no Terra
O Terra, maior empresa de internet da América Latina, transmite ao vivo e em alta definição (HD) todas as modalidades dos Jogos Olímpicos de Londres. Com reportagens especiais e acompanhamento do dia a dia dos atletas, a cobertura conta comtextos,vídeos,fotos, e participação do internautae repercussão no Facebook.Siga também a cobertura no Twitter e participe com a hashtag: #TerraLondres2012

Apesar de perder dois sets, dupla brasileira avançou às quartas de final invicta
Apesar de perder dois sets, dupla brasileira avançou às quartas de final invicta
Foto: Reuters
Fonte: Terra
publicidade