2 eventos ao vivo

Thaísa destaca superação e exalta ouro: "está aqui a resposta"

11 ago 2012
18h19
atualizado às 18h39
Celso Paiva
Leandro Miranda
Direto de Londres

Thaísa Menezes, 25 anos, já tem dois títulos olímpicos no currículo. Nos Jogos de Pequim, em 2008, era reserva, diferente da jogadora decisiva que foi nos Jogos Olímpicos de Londres. Após a vitória por 3 sets a 1 sobre os Estados Unidos, neste sábado, no Ginásio Earls Court, a meio de rede era uma das mais emocionadas.

» Deixe sua mensagem para Sheilla
» Brigas e dramas: relembre grandes momentos olímpicos
» Saiba todos os detalhes dos atletas brasileiros que estarão em Londres
» Escolha a atleta mais bela dos Jogos Olímpicos de Londres 2012

"O choro foi pela medalha de ouro, pois é um título muito importante para o nosso País", exaltou a jogadora, após deixar o pódio com a conquista no peito.

Mas o drama vivido na primeira fase da competição gerou críticas às jogadoras. A Seleção Brasileira foi irregular e não conseguiu encontrar seu melhor jogo, somando duas derrotas (para os Estados Unidos e Coreia do Sul), e duas vitórias por 3 sets a 2 (contra Turquia e China). Além de ser beneficiada com a vitória dos Estados Unidos sobre a Turquia para avançar na competição.

Contra a Rússia nas quartas de final, Thaísa teve papel determinante na vitória dramática por 3 sets a 2. Daquele dia em diante, a jogadora saiu de quadra ouvindo gritos de "o campeão voltou". Na semifinal, jogo fácil contra as japonesas, mas foi contra os Estados Unidos que a Seleção feminina mostrou que estava de volta ao topo.

"Chorei também por causa das críticas e pelas dúvidas que as pessoas depositaram na gente. Sei que muitos acreditaram em nós e eu agradeço a essas pessoas que ficaram com a gente. Para quem não acreditou, está aqui a resposta", comentou a meio de rede, vice-campeã mundial em 2010.

Thaísa marcou sete pontos na final contra os Estados Unidos
Thaísa marcou sete pontos na final contra os Estados Unidos
Foto: Marcelo Pereira / Terra
Fonte: Terra
publicidade