1 evento ao vivo

Adidas cancela contrato de patrocínio com Tyson Gay após doping

15 jul 2013
09h47
atualizado às 09h48
  • separator
  • 0
  • comentários

A fabricante de material esportiva adidas suspendeu seu contrato de patrocínio com o americano Tyson Gay depois que o ex-campeão mundial dos 100 m, dos 200 m e do revezamento 4x100 m foi pego em um exame antidoping fora de competições. O anúncio foi dado nesta segunda-feira.

<p>Por contrato, fornecedora alemã pode encerrar contrato unilateralmente com atletas em caso de acusação de doping ou uso de outras drogas</p>
Por contrato, fornecedora alemã pode encerrar contrato unilateralmente com atletas em caso de acusação de doping ou uso de outras drogas
Foto: Getty Images

“Estamos chocados com estas recentes alegações. E mesmo se presumirmos sua inocência até que se prove o contrário, nosso contrato com Tyson está suspenso”, disse um porta-voz da companhia alemã.

Em seus acordos com seus patrocinados, a adidas se reserva o direito de encerrar contratos unilateralmente “se o atleta foi considerado culpado de posse ou uso de drogas ou qualquer outra substância proibida pelas entidades regulamentadoras do esporte que tenham jurisdição sobre o próprio atleta”.

Também neste domingo, os jamaicanos Asafa Powell (ex-recordista mundial dos 100 m) e Sherone Simpson (medalha de prata no revezamento 4x100 m na Olimpíada de 2012) testaram positivo para o estimulante oxilofrina. O exame foi realizado em junho, durante competições na Jamaica.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade