0
Logo do Olimpíada 2016
Foto: terra

Olimpíada 2016

Os anunciantes aqui reunidos não possuem relação com os Jogos Rio 2016 e patrocinam apenas este caderno especial.

Rio 2016 divulga lista de condutores da tocha olímpica

24 fev 2016
11h37
atualizado às 14h15
  • separator
  • comentários

Em evento realizado na manhã desta quarta-feira (24) no Rio de Janeiro (RJ), o Comitê Organizador dos Jogos de 2016 divulgou a lista dos 16 primeiros nomes confirmados como condutores da tocha olímpica. A relação inclui, entre outros, a judoca Erika Miranda, a ex-ginasta Lais de Souza e a bicampeã olímpica de vôlei Fabiana.

"É uma emoção muito grande. Vai ser um momento histórico. Toda batalha, toda luta, todo sofrimento desses anos todos vem à tona com essa escolha. As tantas vezes que tive de deixar a família para viagens longas. Agora vem uma bela recompensa. Ainda não sei de detalhes, em que cidade vou estar. Queria que fosse na minha Belo Horizonte,  mas se não der, será ótimo também", disse Fabiana

O revezamento da tocha começará em 3 de maio, em Brasília. O símbolo olímpico vai percorrer 329 cidades em 95 dias, passando por todos os 26 Estados e Distrito Federal. Ao todo, 12 mil pessoas vão conduzir a tocha.

Também participarão da festa o nadador paralímpico Clodoaldo Silva, a iatista Isabel Swan, o canoista Caio Ribeiro e a ex-atleta de vôlei de praia Adriana Behar. O ex-nadador Gustavo Borges é outro contemplado. Indicada por um dos patrocinadores dos Jogos, a ex-tenista Maria Esther Bueno é outra que faz parte da lista.

Entre os 16 primeiros nomes anunciados está ainda o do carioca Pedro Henrique, de 26 anos, que conquistou mais de 900 mil seguidores no Instagram ao postar mensagens sobre vida e amor. Formado em Direito, ele não esperava tanta repercussão a partir de suas mensagens despretensiosas.  

Locais especiais como Fernando de Noronha, Chapada Diamantina, Lençóis Maranhenses, entre outros, também estão na rota da chama olímpica.

A tocha percorrerá 83 cidades brasileiras
A tocha percorrerá 83 cidades brasileiras
Foto: Buda Mendes / Getty Images

 

Fonte: Silvio Alves Barsetti

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade