0

Therezinha "se poupa", mas lidera pódio verde-amarelo nos 100 m T11

15 nov 2011
21h30
atualizado em 16/11/2011 às 13h18

A brasileira Therezinha Guilhermina, recordista mundial e parapan-americana dos 100 m T11, segurou o seu ritmo na final da categoria, disputada por atletas com deficiência visual, mas conseguiu sair com a medalha de ouro. Após marcar 12s29 e quebrar o recorde do torneio na semifinal, ela cravou 12s41 nesta terça.

Veja o quadro de medalhas dos Jogos Parapan-Americanos de Guadalajara

Completando o pódio verde-amarelo, Jerusa Santos, com o tempo de 12s73, e Jhulia Santos, com a marca de 13s17, levaram as medalhas de prata e bronze. Destaque para Julia, que recentemente completou 20 anos de idade e disputa seu primeiro Parapan.

Campeã também no Rio de Janeiro, Therezinha ainda tem muito o que trabalhar em Guadalajara. Além dos 100 m, ele pode conquistar o bicampeonato parapan-americano nos 200 m e nos 400 m. Em ambos ela já se classificou para a decisão.

Therezinha Guilhermina não precisou de sua melhor marca para ser campeã parapan-americana em Guadalajara
Therezinha Guilhermina não precisou de sua melhor marca para ser campeã parapan-americana em Guadalajara
Foto: Bruno de Lima/Fotocom / Divulgação
Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

publicidade
publicidade