3 eventos ao vivo
Logo do Jogos Pan-Americanos
Foto: terra

Jogos Pan-Americanos

Jogos Pan-Americanos

E a dor do povo? "Vem depois", diz goleiro após eliminação

Javier Etxezarreta / EFE

Andrey, goleiro do Botafogo e titular do Brasil no Pan, lamenta derrota e diz que dor dos atletas vem primeiro do que frustração da torcida

24 jul 2015
08h09
  • separator
  • 0
  • comentários

Ser eliminado de uma competição vestindo a camisa da Seleção Brasileira nunca é fácil. Quando a derrota é em uma semifinal, a um passo de uma disputa da medalha de ouro, é pior ainda. Andrey, goleiro titular nos Jogos Pan-Americanos de Toronto, sentiu isso na pele na última quinta-feira, na derrota por 2 a 1 para o Uruguai.

A eliminação é só mais uma na recente lista de fracassos das seleções brasileiras. Desde a queda para a Alemanha por 7 a 1 na semifinal da Copa do Mundo, as equipes nacionais ainda não conquistaram nenhum título. Foram derrotadas no Mundial feminino, Sub-20, Copa América e agora o Pan.

Andrey lamentou derrota da Seleção Brasileira na semifinal do Pan de Toronto
Andrey lamentou derrota da Seleção Brasileira na semifinal do Pan de Toronto
Foto: Rafael Ribeiro / CBF / Divulgação

Andrey tenta não relacionar essa eliminação com as anteriores e até diz que gostaria de dar uma alegria ao povo brasileiro, mas que o sofrimento dos próprios atletas vem primeiro e é mais importante do que o torcedor neste momento.

“Nosso objetivo é sempre dar alegria para nós, nossa família e o povo brasileiro. Estamos com a sensação de que demos o máximo dentro de campo, mas a importância maior é para nós. Já o torcedor está lá só para torcer. Antes de jogarmos por eles, temos que jogar por nós. A torcida vem depois. Nós que ficamos longe, sem ver a família, os filhos... A primeira dor que passa é de não conseguir por nós, depois pensamos que podíamos ter conquistado por eles”, disse Andrey.

Má fase da Seleção vira "momento relâmpago"

Quando questionado se o futebol brasileiro vive uma crise, Andrey tentou negar. “Acho que quem está criando essa ‘má fase’ são as pessoas de fora”, disse, antes de se complicar com as palavras e admitir um momento ruim. “Temos que ter calma, é só uma fase que deve passar. Isso acontece nos clubes e pode acontecer na Seleção também. É um momento relâmpago. Pode ter certeza que mais para frente vamos ganhar os Jogos Olímpicos e todo mundo vai esquecer tudo que passou”, completou.

"Até dois anos atrás éramos campeões da Copa das Confederações e estava tudo bem. O povo ter que ter calma, sim, e esperar, porque é uma fase que deve passar rápido”, finalizou.

Ranking Geral País Ouro Prata Bronze TOTAL
1 Estados Unidos 83 69 72 224
2 Canadá 69 62 56 187
3 Brasil 34 34 53 121
4 Cuba 26 20 30 76
5 Colômbia 26 11 30 67
Veja o quadro completo aqui
Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade