1 evento ao vivo
Logo do Jogos Pan-Americanos
Foto: terra

Jogos Pan-Americanos

Jogos Pan-Americanos

Bela do taekwondo exalta cala-boca a críticos: “machuca”

Eduardo Palacio / Terra

Raphaella Galacho levou medalha de bronze na última quarta-feira em Toronto e desabafou contra críticas de "pessoas ignorantes"

23 jul 2015
07h48
atualizado às 15h59
  • separator
  • 0
  • comentários

Medalhista de bronze dos Jogos Pan-Americanos de 2015 na última quarta-feira, Raphaella Galacho desabafou após a conquista do terceiro lugar em sua categoria. Com a voz embargada, a atleta do taekwondo, considerada uma das mais belas da delegação, citou que as críticas recebidas pelo esporte nos últimos tempos machucaram e exaltou o feito, que, para ela, funciona um pouco para “calar a boca” de críticos.

“É muito difícil ver crítica de gente que não acompanha nosso trabalho. Eu fico fora de casa durante a semana, passo dois dias em casa no máximo quando não estou viajando, é complicado. Machuca bastante. Ninguém passa o que a gente está passando. É muita pressão, muito sofrimento. Ninguém está vendo a nossa história. Os perrengues que a gente passa principalmente em competição internacional, gastando dinheiro do próprio bolso em muitas competições. A única certeza é que eu posso calar a boca um pouquinho de quem falou muita coisa”, desabafou.

Raphaella Galacho levará bronze para o Brasil
Raphaella Galacho levará bronze para o Brasil
Foto: Eduardo Palacio / Terra

A atleta citou até um episódio que ocorreu horas antes da conquista da medalha. Muito ligada a redes sociais, leu uma crítica de um internauta e até respondeu. A brasileira costuma utilizar bastante Instagram e Facebook, mas tenta não ligar para “pessoas ignorantes” em seus perfis. Pelo menos quase sempre consegue.

“Uma hora antes teve um cara que comentou: ‘olha essa luta da Raphaella’. Aí eu comentei ‘valeu, fulano, obrigada pela torcida’. Isso em uma página no Facebook. A gente não está aqui para agradar todo mundo. Eu sou muito ligada, estou toda hora na internet. Mas eu já fiquei muito mais brava antigamente do que hoje. Hoje olho e falo: ‘não é possível que estão fazendo isso’. Mas é isso, não só no esporte como na vida vão ter pessoas ignorantes”, comentou.

O fato relatado por Raphaella Galacho engloba uma das polêmicas do Pan, principalmente no episódio com Ingrid Oliveira, atleta do salto que ficou superexposta ao postar uma foto em rede social. A atleta do taekwondo também gosta de atualizar os fãs com imagens, mas diz que já aprendeu a relevar os comentários.

“Eu sou uma pessoa ativa nas redes sociais, posto muita coisa, escrevo muita coisa. Não tem como falar que eu não gosto, se eu não gostasse, não faria nada. Então a gente tem que aprender a lidar com isso”, contou.

Bronze no Pan, bela do taekwondo brinca: "odiava no começo"

A lutadora diz gostar da fama de “musa” que já recebeu pela beleza e pelas fotos em redes sociais, mas afirma que quer ficar conhecida pelo talento no esporte. A medalha de bronze em Toronto pode ser um grande aliado para Raphaella ser valorizada e deixar os críticos quietos pelo menos até os Jogos Olímpicos, seu grande objetivo. 

Raphaella Galacho com sua medalha de bronze
Raphaella Galacho com sua medalha de bronze
Foto: Jonne Roriz / Exemplus/COB
Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade