Pequim
 
Brasil
 

Jogos Paraolímpicos Beijing 2008

Quarta, 17 de setembro de 2008, 02h49 Atualizada às 06h31

Goleiro pega 3 pênaltis e garante o bronze para Argentina

Argentinos comemoram defesa do goleiro na disputa de pênalti que deu o bronze ao país no futebol de 5
Argentinos comemoram defesa do goleiro na disputa de pênalti que deu o bronze ao país no futebol de 5
Agência Xinhua

Em uma partida bastante equilibrada e decidida somente na disputa de pênaltis, o goleiro argentino foi o grande responsável pela conquista da medalha de bronze no Futebol de 5, disputado por deficientes visuais. Nesta quarta-feira, Argentina e Espanha empataram em 1 a 1, e Gonzalo Abbas Hachache garantiu o terceiro lugar aos sul-americanos defendendo todas as cobranças.

A Espanha começou com tudo a partida e não estava disposta a perder a medalha de bronze e logo com um minuto de jogo abriu o placar, em um chute de Antonio Jesus Martin.

Com o gol relâmpago, os espanhóis tiveram mais tranquiliadade na partida e cadênciavam mais o jogo, enquanto os argentinos tentavam, sem sucesso, o gol de empatate.

No segundo tempo os espanhóis abusaram das faltas, foram oito contra quatro da Argentina, e logo aos 6min tiveram um jogador expulso. Vicente Aguilar levou cartão amarelo aos 30min e no minuto seguinte, após uma entrada violenta, levou o segundo, que resultou em um cartão vermelho.

Com um jogador a mais, os argentinos tinham mais espaço para tentar o empate, mas não conseguiam passar pela defesa espanhola. Mas de tanto tentar, aos 41min, o capitão Silvio Velo fez o gol que levou o jogo para prorrogação.

Com o empate também no tempo extra, a partida foi para os pênaltis, e os goleiros foram os principais destaques. O espanhol Alvaro Gonzales defendeu as cobranças de Silvio Velo e Ivan Figueroa. Já o goleiro argentino, Gonzalo Abbas Hachache, pegou as batidas de José Lopez e Adolfo Samuel Acosta.

Com mais um pênalti para cada lado o argentino Diego Carega marcou a sua cobrança e deixou toda a responsabilidade nos pés do espanhol Antonio Jesus Martin, autor do gol de seu país no tempo normal. Ele foi para batida e o goleiro da Argentina defendeu e garantiu a medalha de bronze para os sul-americanos.

Na disputa pelo quinto lugar, Grã-Bretanha e Coréia do Sul também empataram em 1 a 1 no tempo normal e levaram a disputa para os pênaltis. Melhor para os britânicos que venceram a disputa por 1 a 0 e ficaram com a quinta colocação.


Redação Terra