0

Paraná decepciona em casa e fica no empate com o Joinville

6 ago 2013
23h50
atualizado às 23h51

O Paraná Clube não fez a lição de casa na Vila Capanema e ficou no empate em 1 a 1 com o Joinville, em duelo direto pelo G-4 da Série B do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, a equipe paranista chegou aos 23 pontos, na quarta colocação, enquanto o JEC, com 21 pontos, caiu para a sétima colocação.

O Tricolor abriu o placar aos sete minutos da primeira etapa, com Leo, que deu um chute despretensioso, mas contou com a falha da defesa catarinense, que não conseguiu cortar. Depois do intervalo, o time da casa continuou com maior volume de jogo, mas recebeu o empate aos 28 minutos, em cabeçada de Rafael.

Na próxima rodada, o Paraná Clube enfrenta o Palmeiras, sábado no Estádio do Pacaembu, em São Paulo. Já o Joinville terá pela frente o Paysandu, sexta-feira, no Estádio da Curuzu, em Belém.O jogo - Logo no primeiro minuto, o Tricolor apresentou seu cartão de visitas com Léo, que aproveitou cochilo da defesa para arrematar, mas por cima da meta, alto demais. No lance seguinte, foi a vez e Paulinho cruzar para Reinaldo pegar de primeira e acertara rede pelo lado de fora. A pressão deu resultado e, aos sete minutos, Léo chutou fraco, Rafael se atrapalhou no corte e a bola foi para o fundo do gol.

O JEC acordou em cobrança de falta de Marcelo Costa, aos 14 minutos, na entrada da área, direto pela linha de fundo. Aos 18 minutos, Lúcio Flávio invadiu a área e foi travado, pedindo pênalti que o árbitro não marcou. Mais Paraná no ataque e, aos 21 minutos, Reinaldo matou com categoria e foi desarmado na hora exata o arremate. Reinaldo recebeu com liberdade, aos 26 minutos, mas a arbitragem parou o lance anotando impedimento.

A equipe da casa conseguia impor seu ritmo e estava mais próxima do segundo gol do que o Joinville do primeiro. Aos 28 minutos, Léo recebeu em ótima posição e bateu cruzado. A bola passou raspando a trave. Aos 31 minutos, Rubinho cobrou falta nas mãos de Ivan. O Tricolor era todo ataque e, aos 38 minutos, Ricardo Conceição invadiu a área, rolou de lado para Augusto Recife aparecer e salvar.

Para a segunda etapa, o Joinville voltou com Wellington Bruno no lugar de Augusto Recife. Aos dois minutos, Wellington Bruno arrisca de longe e a bola passou com perigo. Na reposta, aos seis minutos, Lúcio Flávio fez o levantamento e Ivan afastou do jeito que deu para evitar a conclusão da jogada. Lançamento para Léo, aos nove minutos, mas o atacante paranista matou errado e perdeu a chance.

O Paraná seguia com maior volume de jogo, tentando definir o resultado. Aos 14 minutos, Moacir arriscou de longe, mas totalmente sem direção. Em uma chegada perigosa, o JEC quase empatou, aos 19 minutos. Wellington Bruno abriu espaço e chutou no cantinho, mas não contava com Brinner, que apareceu no caminho para interceptar e evitar o gol. Os catarinenses começaram a equilibrar as ações.

E o empate veio aos 28 minutos, com Rafael, que subiu mais do que zaga paranista para testar para o fundo das redes. O jogo ficou mais aberto na Vila. Aos 33 minutos Marcelo Costa mandou um petardo que assustou Luís Carlos. Aos 40 minutos, Fernando Gabriel cobrou falta e a bola carimbou a trave. Aos 44 minutos, a reação foi atrapalhada pela expulsão de Edson Sitta, que recebeu o segundo cartão amarelo.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
publicidade