publicidade
12 de fevereiro de 2013 • 21h24 • atualizado às 21h39

Lance Armstrong pode colaborar e reduzir pena para oito anos


Depoimento de Armstrong para Oprah não é levado em consideração pelas agências de controle antidoping
Foto: Reuters
 

Banido de qualquer esporte por toda a vida, Lance Armsntrong pode reduzir tal pena. O ex-ciclista, que foi acusado e depois confessou ter se dopado durante a carreira, tem a chance de ficar suspenso por apenas oito anos. Porém, para isso ele teria que colaborar com agências antidoping e depor sob juramento.

John Fahey, presidente da Agência Mundial Antidoping (AMA), foi quem indicou essa possibilidade para Armstrong: "a única chance de algo mudar é se Lance Armstrong indicar que dará evidências sob juramento. Não em um programa de televisão, mas sob juramento e para as autoridades apropriadas", afirmou ele, lembrando que o ex-ciclista confessou doping em uma entrevista para a apresentadora Oprah Winfrey.

Apesar de sinalizar com a oportunidade, Fahey não está otimista. Ele acha que são pequenas as chances de Armstrong fazer o depoimento e colaborar com a Agência Americana Antidoping (Usada). "Ele é um indivíduo que idealizou uma das fraudes de dopagem mais sistemáticas e extensas da história do esporte", afirmou o dirigente, em uma conferência em Londres.

 

Terra