5 eventos ao vivo

Lance Armstrong teria admitido doping a Oprah Winfrey

15 jan 2013
13h58
atualizado às 14h34

O ex-ciclista Lance Armstrong, que caiu em desgraça por causa de doping, respondeu as perguntas "que todo mundo queria ouvir" durante entrevista de duas horas e meia, disse nesta terça-feira a apresentadora Oprah Winfrey.

"Não pude fazer todas as perguntas, mas acredito que os questionamentos mais importantes e as respostas que todo mundo estava esperando ouvir foram respondidas", disse a diva da televisão americana no programa "This Morning", da emissora CBS.

"Só posso dizer que fiquei satisfeita com as respostas", completou.

Trata-se da primeira entrevista de Armstrong desde das sanções que sofreu da União Ciclista Internacional (UCI) no ano passado.

O ciclista de 41 anos teve seus títulos de Tour de France (1999-2005) caçados e foi banido do esporte após a publicação de um dossiê da Agência americana antidoping (Usada) o acusando de ter contribuído com o "programa de doping mais sofisticado da história do esporte", quando corria pela equipe US Postal.

Desde as sanções da justiça desportiva, Armstrong perdeu a maioria de seus patrocínios e teve que se distanciar da Livestrong, a Fundação de luta contra o câncer que ele criou em 1997 após superar a doença.

As confissões do americano, que por sete anos mandou no ciclismo mundial, poderão ter diversas ramificações jurídicas.

Além das premiações financeiras que ele terá que devolver, ele também pode ser processado, o que poderia levar-lo a prisão, de acordo com alguns juristas.

"Na pior das hipóteses, Lance pode ser considerado culpado de perjúrio", explicou o professor de direito Michael McCann.

A ex-atleta olímpica Marion Jones, que também confessou ter se dopado no programa de Oprah Winfrey em 2008, teve que passar seis meses na prisão por ter mentido no inquérito.

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 
publicidade