0

Ágatha/Bárbara, Fê Berti/Taiana e Juliana/Maria Elisa avançam às quartas nos EUA

20 jun 2015
21h36
  • separator
  • 0
  • comentários

O Brasil avançou com três duplas entre as oito equipes classificadas às quartas de final do torneio feminino do Grand Slam de São Petersburgo, nos Estados Unidos. Ágatha e Bárbara Seixas (PR/RJ), Fernanda Berti e Taiana (RJ/CE) e Juliana/Maria Elisa (CE/PE) venceram seus jogos no dia e estão na próxima fase do torneio. As duplas brasileiras, porém, se enfrentam apenas a partir das semifinais, aumentando as chances de medalhas.

Vôlei de praia - Ágatha/Barbara
Vôlei de praia - Ágatha/Barbara
Foto: Paulo Frank / CBV

Nas quartas de final, Ágatha e Bárbara Seixas (PR/RJ) encaram as suíças Isabelle Forrer e Anouk Verge-Depre. Os dois times se encontraram uma vez, com vantagem para as brasileiras. Já Fernanda Berti e Taiana (RJ/CE) enfrentam as italianas Marta Menegatti e Viktoria Orsi Toth, no segundo encontro entre as duplas (uma vitória para as italianas). Juliana e Maria Elisa (CE/PE) duelam pela vaga na semifinal contra as espanholas Liliana Fernandez e Elsa Baquerizo, no segundo jogo entre elas (Liliana e Baquerizo venceram em 2014).

Todas as partidas das semifinal e final do Grand Slam de São Petersburgo terão transmissão ao vivo neste domingo (2106). A primeira semifinal, às 11h, a segunda às 12h e a grande final ocorre às 17h.

Juliana e Maria Elisa (CE/PE), que venceram o Major Series de Stavanger na semana passada, não encontraram muitas dificuldades e superaram as norte-americanas Nicole Branagh e Jennifer Fopma. Com o apoio da torcida brasileira que reside na Florida, a dupla aplicou 21/13 e 21/17, em 23 minutos, na partida mais rápida do torneio até o momento. Antes, elas haviam vencido pelo último jogo da fase de grupos, em partida adiada por conta do mau tempo.

- As quadras são bem ao estilo americano, abertas e com o público muito próximo. É muito bom o apoio da torcida, tem muitos brasileiros aqui na Florida e a Juliana tem essa característica de chamar o pessoal, ela é muito animada. Estamos muito concentradas para esse torneio, está difícil de jogar porque está muito quente, a gente veio de uma competição de 10ºC e agora a temperatura está acima de 30º C. Mas o importante é a nossa concentração e a energia boa, para as coisas continuarem a dar certo -, disse Maria Elisa.

Ágatha e Bárbara Seixas (PR/RJ) também tiveram um caminho tranquilo às quartas de final. Elas estavam aquecendo para o duelo quando foram comunicadas que a camisa número dois do time adversário sofreu uma lesão na mão. Com isso, a curitibana e a carioca avançaram automaticamente, sem terem que entrar em quadra neste sábado.

Quem também segue sem derrotas e em boa fase é a dupla Fernanda Berti e Taiana (RJ/CE), que atuam lado a lado há onze meses. Com Taiana quebrando o serviço das alemãs no saque e Fê Berti sendo gigante nos bloqueios, a parceria levou a primeira parcial em 21/18, mantendo o ritmo intenso para fechar o segundo set em 22/20 e o jogo em 2 sets a 0, em 40 minutos.

- A gente vem crescendo nos últimos torneios e a evolução está acontecendo, estamos encontrando nosso melhor voleibol -, comemorou Fê
Berti.

- Vai ser mais um jogo complicado, assim como foram as partidas da fase de grupos. Mas a dupla está preparada, pensando jogo a jogo. Espero que a gente faça um ótimo jogo e saia com a vitória -, declarou Taiana.

A surpresa da tarde em São Petersburgo ficou por conta da eliminação de Larissa e Talita, que vinham invictas na competição, mas foram derrotadas, de virada por Laura Ludwig e Kira Walkenhorst por 2 sets a 1 (12/21, 23/21 e 17/15), em 56 minutos. Ainda na manhã deste sábado, em jogo adiado da fase de grupos, Maria Clara/Carol (RJ) foram derrotadas pelas mesmas alemãs e deram adeus ao torneio na primeira fase.

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade