0

Brasil estreia no Sul-Americano feminino de vôlei contra o Uruguai

28 set 2015
21h00
  • separator
  • comentários

A seleção brasileira feminina de vôlei está pronta para lutar pelo 19º título Sul-Americano, sendo o 11º consecutivo. O Brasil estreará na tradicional competição, às 19h desta terça-feira, contra o Uruguai, em Cartagena, na Colômbia. O site da Confederação Brasileira Sul-Americana de Voleibol (CSV) 

Brasil vai estrear no torneio contra o Uruguai
Brasil vai estrear no torneio contra o Uruguai
Foto: icente Condorelli / CBV

As brasileiras estão no grupo B ao lado da Argentina, do Chile e do Uruguai. A outra chave é composta por Colômbia, Peru, Venezuela e Paraguai. No Sul-Americano, as seleções se enfrentarão dentro dos seus respectivos grupos e as duas mais bem classificadas passarão às semifinais.

A seleção brasileira feminina de vôlei no Sul-Americano é formada pelas levantadoras Dani Lins e Roberta, as opostos Sheilla e Monique, as ponteiras Fernanda Garay, Natália, Gabi e Mari Paraíba, as centrais Fabiana, Juciely, Adenízia e Carol e as líberos Camila Brait e Léia.

O treinador José Roberto Guimarães comentou sobre o momento atual da seleção feminina e a participação das brasileiras no Sul-Americano.

- Vamos disputar esse Sul-Americano tendo como foco os Jogos Olímpicos de 2016. Essa competição é uma boa oportunidade para termos a equipe junta em preparação e conscientização para o nosso desafio do próximo ano. Sabemos que falta pouco tempo para os Jogos do Rio e cada dia nessa caminhada é determinante nesse objetivo - afirmou José Roberto Guimarães.

As bicampeãs olímpicas Sheilla e Fabiana vão disputar no Sul-Americano a primeira competição oficial no ano pela seleção feminina. As duas não participaram do Grand Prix e dos Jogos Pan-Americanos e, no período dos dois eventos, se dedicaram a parte física. Para Sheilla, o Sul-Americano é uma boa chance de ter toda a equipe reunida.

- O Sul-Americano será meu único campeonato no ano com a seleção feminina, por isso será muito importante estar com o grupo. Sabemos que o nosso time é o favorito, mas não podemos diminuir o ritmo e temos que estar concentradas em todos os momentos. A Argentina e o Peru são duas escolas tradicionais do voleibol e serão bons adversários - analisou Sheilla.

A levantadora Roberta, que disputará seu primeiro Sul-Americano pela seleção adulta, está motivada com a oportunidade e espera fazer um bom papel pela seleção feminina.

- Não esperava ser convocada nessa temporada e fiquei muito feliz quando meu nome apareceu na lista. Esse ano tem sido de grande aprendizado e tento tirar o melhor de cada oportunidade. O Sul-Americano é uma competição tradicional e espero aproveitar bem essa chance - afirmou Roberta.

Nesta temporada, a seleção feminina ficou com a medalha de prata nos Jogos Pan-Americanos e conquistou o bronze no Grand Prix. No final de agosto, as brasileiras disputaram a Copa Rio Internacional de Vôlei Feminino, no Maracanãzinho, no Rio de Janeiro, e ficaram com o título ao superar Alemanha, Bulgária e Holanda.

TABELA DO SUL-AMERICANO:

Grupo A

Colômbia
Peru
Venezuela
Paraguai

Grupo B

Brasil
Argentina
Chile
Uruguai

Lance!
  • separator
  • comentários
publicidade