0

Campeã olímpica avança à fase de grupos no Circuito BB Sub-21

25 jun 2015
16h14
  • separator
  • comentários

O primeiro dia de competições na segunda etapa do Circuito Banco do Brasil Sub-21, na Urca (RJ), classificou as últimas quatro duplas de cada naipe ao torneio principal. Foram realizados 11 jogos pelo qualificatório nesta quinta-feira (25.06), seis pelo torneio masculino e cinco pelo feminino. Entre os classificados, destaque para Ana Patrícia (MG), campeã dos Jogos Olímpicos da Juventude, em 2014, que conquistou a vaga para seu estado jogando ao lado de Rafaela.

Os times classificados se juntam aos outros 12 já garantidos pela posição no ranking de entradas. A fase de grupos, com quatro times de quatro atletas, começa nesta sexta-feira (26.06), mesmo dia em que ocorre a disputa das oitavas de final (Round 2). No sábado acontece a disputa das quartas de final (Round 1), semifinal e disputas de medalha.

Além de Ana Patrícia/Rafaela (MG), que superaram Gabriela/Tallyta (PI) por 2 sets a 0 (21/13, 21/7), em 28 minutos, também se classificaram no qualificatório do torneio feminino Mariana Chaia/Ana Carolina (RJ), que venceu Gabriela/Milena (ES) por 2 sets a 0 (21/7, 21/5), em 26 minutos. Juliana/Tamiele (RO), que superou Viviane/Alessandra (PE) por 2 sets a 0 (21/12, 21/14), em 32 minutos, ficou com terceira vaga. Já Fran/Tais (SC) avançaram por bye, já que havia número impar de inscritos no qualificatório.

Empolgada após vencer o Desafio Internacional de Monte Carlo, em Mônaco, ao lado de Elize Maia (ES), Ana Patrícia comemorou a classificação à fase principal. A campeã olímpica espera fazer um bom resultado para que sua federação volte a figurar entre as 12 que se classificam direto à fase de grupos pela pontuação no ranking de entradas.

- Conheço a Rafaela desde o ano passado, quando fui morar em Belo Horizonte. Já conhecia o estilo de jogo dela, o Gil, nosso técnico, decidiu investir nessa dupla. São duas garotas um pouco mais altas, com um potencial de ataque maior. Foi uma experiência muito boa, a Rafa entende bem a leitura do jogo e tem um estilo de jogo que gosto. Nos damos muito bem e utilizamos tudo isso ao nosso favor dentro de quadra - disse Ana, que completou.

- Fiquei muito feliz com esse título, cheguei aqui motivada para passar de fase e buscar um ótimo resultado, que é o que venho tentando em todas as etapas. Além disso, um desempenho bom pode deixar nosso estado já classificado para a fase principal nas próximas etapas, é importante para melhorarmos no ranking.

No torneio masculino, destaque para a dupla da casa, formada por Matheus Maia e Igor Borges (RJ). Eles superaram Lucas/Vinícius (MG) por 2 sets a 0 (21/16, 21/16), em 37 minutos, e conseguiram a vaga na etapa principal da competição. Após a classificação, Maia, que foi campeão da etapa de Campo Grande (MS) do Circuito Banco do Brasil Sub-23 neste mês, comemorou a primeira participação no Sub-21.

- É minha primeira etapa do Campeonato Brasileiro de Seleções e estou muito feliz. Como cada estado tem um número limite de equipes para indicar, acabava não entrando. Mas hoje finalmente conseguimos, passamos por dois jogos difíceis contra o Antônio/Jonas e Vinícius/Daniel, atletas que já conhecemos, mas que na hora do jogo, tudo pode acontecer. E contra a dupla de Minas Gerais conseguimos fazer um bom jogo. Vou chamar todos os amigos para que possam torcer, mandar uma energia. O objetivo é chegar à final, conseguir mostrar nosso trabalho na televisão aberta e, se pudermos vencer em casa, seria ótimo - celebrou.

Quem também conseguiu a vaga em quadra foi Vinícius/Sturaro (ES), que superou Matheus/Davi (ES) por 2 sets a 0 (21/10, 21/14), em 32 minutos. Matheus e Hendrick (SP) também fizeram um confronto ‘caseiro’ e superaram Marcos/Luiz Gustavo (SP) por 2 sets a 0 (21/11, 21/16), em 35 minutos, ficando com a terceira vaga. Assim como no feminino, a dupla de Santa Catarina, formada por Sávio/Luiz Eduardo, conseguiu a vaga por bye, já que havia número impar de inscritos no qualificatório.

Assim como ocorre no circuito Sub-19, o Sub-21 é um campeonato de seleções estaduais, com duplas formadas na mesma federação. Ele mantém o formato das últimas duas temporadas, com cada estado indicando suas delegações nos dois gêneros em busca do título. Além dos atletas, que podem ser alterados a cada etapa, as federações elegem um técnico. Os pontos obtidos vão para o estado e o campeão geral é determinado ao final das cinco etapas.

Além de Maringá (PR) e agora Rio de Janeiro (RJ), o Circuito Banco do Brasil Sub-21 também passará em 2015 por Uberlândia (MG), João Pessoa (PB) e Manaus (AM). Na primeira etapa, Allyson/Jefferson (CE) venceu Arthur Lanci/Adrielson (PR) na final e ficou com o ouro. Thales/Kevin (PB) completaram o pódio com o bronze. No feminino, Bitencourt/Monique (PR) superaram Hegê/Verena (CE) na decisão e levaram o título. Tainá/Ana Carolina (SE) levou a medalha de bronze.

Lance!
  • separator
  • comentários
publicidade