0

Sem acertos, Maicon dispara: "não quero jogar no São Paulo"

Volante segue com futuro incerto no Grêmio

14 dez 2015
11h56
atualizado às 12h17
  • separator
  • 0
  • comentários

O volante Maicon não escondeu sua frustração com a incerteza sobre o futuro de seu futebol. Em entrevista publicada pelo "Zero Hora", nesta segunda-feira, o jogador de 30 anos questionou a maneira como o São Paulo, detentor de seus direitos, vem conduzindo a prorrogação de seu empréstimo ao Grêmio em 2016:

- Parece que já entraram em um acordo, mas ainda não se sabe como será o pagamento. Meu empresário (Eduardo Uram) está conduzindo a situação. Mas, em primeiro lugar, os clubes tinham que ver o meu lado. Sou eu quem entra no campo, a cobrança vem sempre em cima de mim. Queria ter feito muito mais, ter sido campeão.

Em seguida, o capitão do Grêmio rechaçou a hipótese de voltar ao Tricolor paulista. Porém, agradeceu ao clube pela forma como o recebeu:

Maicon foi capitão do Grêmio durante a temporada de 2015
Maicon foi capitão do Grêmio durante a temporada de 2015
Foto: Lucas Uebel/ Grêmio / Divulgação


- Não quero mais jogar lá. Se eu voltar, é só para me apresentar e tentar conversar com a diretoria para eu ir a outro clube. Até pela forma como eu saí, acho que não tem clima para voltar. Sou muito grato ao São Paulo por ter jogado lá por três anos. Sempre soube que o problema não era eu. Se não tivesse condição de jogar, não ficaria nem um ano. 

Maicon negou que o Flamengo tenha feito alguma sondagem para contratá-lo. O volante afirmou que está apenas de férias no Rio de Janeiro:

- Não teve nada disso. Estou de férias aqui no Rio, não da maneira como eu queria. A minha cabeça está a mil por não saber o que vai acontecer. Estou bem chateado pela forma como está sendo conduzida a situação. Mas, paciência. Não houve contato do Flamengo, nem de outro clube.

Capitão do Grêmio nesta temporada, o volante exaltou a forma como a equipe se redimiu e terminou o Brasileiro na terceira colocação. No entanto, lamentou a série de lesões pelas quais passou:

- Queria ter feito muito mais, ter sido campeão. Infelizmente, tive quatro lesões. Coisa que nunca aconteceu na minha carreira. Uma situação chata, devido até essa questão de não saber se fico no clube. Isso influenciou nessas lesões que sofri.

 

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade