0

De virada, Grêmio vence o Joinville e iguala em pontos com o Atlético-MG

16 ago 2015
20h38
  • separator
  • comentários

Invicto como mandante no Campeonato Brasileiro, assim como o Sport, e com o segundo melhor aproveitamento nesta condição (86,6%). Time vindo de resultados expressivos e praticando futebol envolvente. O Grêmio sofreu, mas fez valer o fator casa e o bom momento ao derrotar, de virada, o Joinville na noite deste domingo, por 2 a 1, na Arena. O resultado, em jogo válido pela 19ª rodada da competição, garantiu o Tricolor com os mesmos 36 pontos do vice-líder Atlético-MG, que leva vantagem no salde de gols.

HOME - Grêmio x Joinville - Campeonato Brasileiro - Gol de Erazo
HOME - Grêmio x Joinville - Campeonato Brasileiro - Gol de Erazo
Foto: Marcos Cunha/Agencia Freelancer / LANCE!Press

Erazo, de cabeça, e Galhardo, em cobrança de falta perfeita, marcaram os gols do Grêmio, agora com 36 pontos, em terceiro. O Tricolor volta a atuar no Brasileirão no próximo domingo, quando visitará a Ponte Preta, às 11h, no Moisés Lucarelli. Já o Joinville, no mesmo dia, mas às 18h30, receberá o Joinville, na Arena Joinville. O time catarinense, que vinha de duas vitórias e um empate sob o comando de PC Gusmão, perdeu uma posição: é o 19º, com 16 pontos.

E MAIS:
> TEMPO REAL: Veja como foi, lance a lance, o duelo na Arena do Grêmio
> TABELA: Os detalhes das campanhas de Grêmio e Joinville no Brasileirão 

JOINVILLE SURPREENDE O GRÊMIO

O Grêmio teria a missão de manter o nível de atuações sem contar com Luan, suspenso. Já o Joinville, em ascensão desde a chegada de PC Gusmão, prometia dificultar o Tricolor, time de sete vitórias e dois empates na Arena até este domingo. E foi o JEC que saiu, com justiça, na frente, logo aos dois minutos. Com aplicação tática, marcação eficaz – graças a duas linhas de quatro próximas – e dedicação, o Coelho catarinense fez por merecer o gol de Bruno Aguiar. Cobrança de escanteio e cabeçada do capitão, sem chance para Grohe.

Com dificuldade para transpor a marcação rival, o Grêmio não conseguia ser objetivo. Já o Joinville quase ampliou aos 21. Marcelinho Paraíba, resgatado por PC Gusmão, se livrou da marcação e deixou Edigar Junio na boa. Confiante, ele finalizou sem marcação, mas a bola foi no travessão de Grohe. Mario Sergio ainda perderia ótima chance para o time catarinense após Geromel, que falhou na marcação de Bruno Aguiar no gol do JEC, salvar em cima da linha. 

Envolvido, o Grêmio tardou para ter uma boa chance de gol. A alternativa para furar o bloqueio defensivo montado por PC Gusmão foi utilizar lançamentos. Foi assim que Pedro Rocha recebeu cara a cara com Agenor, dominou, mas finalizou em cima do goleiro. Sem apresentar a movimentação dos últimos jogos, o Tricolor de Roger Machado foi para o intervalo sendo merecidamente derrotado por um eficaz Joinville. 

Ex-Grêmio, Marcelinho teve boa atuação e foi aplaudido pelos gremistas ao ser substituído (Foto: Marcos Cunha/Agencia Freelancer/LANCE!Press)

'OUTRO' GRÊMIO EM CAMPO E VIRADA NA ARENA

O Grêmio voltou com Fernandinho na vaga de Pedro Rocha. A aposta de Roger era, finalmente, conseguir as jogadas de velocidade, o que não correu no primeiro tempo – muito pela falta de inspiração tricolor e atuação sem brilho do camisa 32. Apresentado boa movimentação, o Grêmio começou a acumular chances diante de um Joinville sem mesma eficácia defensiva. Bobô furou, Giuliano finalizou para fora após tabela com Douglas e Diego frustrou a jogada de Fernandinho. O gol estava amadurecendo e veio aos 15. Cobrança de escanteio e Erazo, de cabeça, deixou tudo igual. 

A pressão era do Grêmio. O Joinville, sem a inspiração vista na etapa inicial, não conseguiu encontrar os espaços que antes existiam, foi recuando e, com isso, chamando o Tricolor para o seu campo. Por merecimento, o 'novo' Grêmio visto no segundo tempo chegou à virada. Cobrança de falta perfeita de Rafael Galhardo e gol, aos 38. Nos minutos finais, o Tricolor ainda buscou o terceiro, não conseguiu alcançar tal objetivo, mas celebrou uma suada vitória na Arena.

FICHA TÉCNICA
GRÊMIO 2 X 1 JOINVILLE

Local: Arena do Grêmio, Porto Alegre (RS)
Data-hora: 17/8/2015 – 18h30
Árbitro: Jaílson Macedo de Freitas (BA)
Auxiliares: Luiz Claudio Regazone (RJ) e Marcos Welb Rocha de Amorim (BA)
Público/Renda: 31.183 pagantes/33.454 presentes/R$ 1.069.768,00
Cartão amarelo: Marcelo Oliveira (GRE).
Cartões vermelhos: Não houve.

Gols: Bruno Aguiar, 2'/1ºT(0-1); Erazo, 15'/2ºT(1-1) e Galhardo, 38'/2ºT(2-1).

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Galhardo, Pedro Geromel, Erazo e Marcelo Oliveira; Walace, Maicon, Giuliano, Douglas (Maxi Rodríguez, 22'/2ºT) e Pedro Rocha (Fernandinho, Intervalo); Bobô (Braian Rodríguez, 32'/2ºT) – Técnico: Roger Machado.

JOINVILLE: Agenor; Mario Sérgio (Danrlei, 33'/2ºT), Bruno Aguiar, Guti e Diego; Naldo, Anselmo, Kadu, William Popp (Marion, 17'/2ºT) e Marcelinho Paraíba (Marcelo Costa, 7'/2ºT); Edigar Junio – Técnico: PC Gusmão.

Lance!

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade