1 evento ao vivo

Em alta, zaga do Palmeiras muda pela quinta vez consecutiva

1 ago 2015
08h11
atualizado às 10h09
  • separator
  • comentários

Marcelo Oliveira não gosta de fazer "rodízio" entre os jogadores e prioriza a manutenção de uma base, mas mudará a dupla de zaga do Palmeiras pelo quinto jogo consecutivo neste domingo, às 11h, contra o Atlético-PR. A rotatividade, forçada por lesões e cartões, tem dado certo: o Verdão toma poucos gols e é dono da segunda melhor defesa do Brasileirão.

Os escolhidos para enfrentar o Furacão são Victor Ramos, titular sempre que está disponível desde a chegada do novo técnico, e Leandro Almeida, homem de confiança de Marcelo desde quando trabalharam juntos na base do Atlético-MG e que volta após cumprir suspensão.

- É convicção do técnico. O Jackson também cabeceia bem, mas acho que formamos uma dupla de zaga boa na bola aérea (com Victor Ramos, de 1,92m, e Leandro Almeida, de 1,88m). Estimulei bastante isso no treino, porque temos ótimos cabeceadores. Temos ótimos zagueiros, capazes de jogar, mas temos de ver qual a melhor dupla para seguir no campeonato - explicou o comandante.

O rodízio começou quando Vitor Hugo, dono da posição desde janeiro, sofreu uma fratura na face na vitória por 3 a 0 sobre o Avaí – ele já faz atividades físicas no gramado, mas não voltou a treinar com bola. Leandro Almeida jogou todo o segundo tempo daquele jogo ao lado de Victor Ramos e foi mantido no time para a partida seguinte, contra o Sport, mas já com outro parceiro: Jackson, substituto do suspenso Victor Ramos.

Este foi o duelo com pior desempenho da defesa sob o comando de Marcelo Oliveira, já que os pernambucanos criaram diversas chances, deram muito trabalho a Fernando Prass e conseguiram marcar dois gols (2 a 2).

Victor Ramos voltou no triunfo por 1 a 0 contra o ASA, pela Copa do Brasil, ao lado de Jackson. Leandro Almeida foi um dos vários poupados contra os alagoanos, voltou no 1 a 0 contra o Santos, ao lado de Victor, e recebeu o terceiro amarelo. Com isso, Jackson entrou em seu lugar na goleada por 4 a 1 sobre o Vasco.

Em meio às mudanças, o time sofreu três gols - ao todo, só levou 11 no Brasileiro, dois a mais que o Corinthians. Domingo, tentará chegar ao quinto jogo em sequência sem levar gol no Allianz Parque. São Paulo, Chapecoense, Avaí e Santos não conseguiram furar a defesa. O último a vazar Prass na arena foi o Fluminense, que perdeu por 2 a 1 há um mês e meio.

AS DUPLAS DE MARCELO

Victor Ramos e Vitor Hugo
Foram titulares nos cinco primeiros jogos de Marcelo Oliveira e só levaram um gol, na derrota por 1 a 0 para o Grêmio. São Paulo, Chapecoense, Ponte e Avaí passaram em branco.

Jackson e Leandro Almeida
Foram titulares contra o Sport e levaram dois gols.

Victor Ramos e Jackson
Foram titulares contra o ASA, pela Copa do Brasil, e contra o Vasco, pelo Brasileiro. Cariocas conseguiram marcar um gol.

Victor Ramos e Leandro Almeida
Formaram dupla nos 45 minutos finais contra o Avaí, após a lesão de Vitor Hugo, e foram titulares contra o Santos. Não levaram gol e jogarão juntos mais uma vez amanhã.


 

Lance!

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade